Estação aliada da alimentação saudável

A estação favorece o consumo de saladas, frutas e comidas frescas, que podem trazer inúmeros benefícios à saúde


O Verão é um grande aliado da alimentação saudável. As altas temperaturas favorecem o consumo de alimentos mais frescos como saladas e frutas, em detrimento de comidas quentes e geralmente calóricas. A ingestão de líquidos também aumenta devido o calor.

“Com o calor, preferimos alimentos frios e as saladas, tão nutritivas e saudáveis, são as preferidas”, diz a nutricionista Patrícia Meciano Simon Barreto. “Além disso, a diversidade de ingredientes na hora de variar as receitas das saladas é muito grande e, assim, conseguimos evitar a monotonia”, completa.

Outro ponto positivo é o ânimo em praticar exercícios, uma vez que a preocupação com o “shape” aumenta e o horário de verão contribui para a prática mesmo após o expediente. Alguns alimentos merecem atenção especial desse público, como a banana e o açaí que, além de nutrientes para o corpo, favorecem a prática de exercícios sendo fonte de energia para atletas e amadores.

Foto: Freepik
Sugestão de Salada

Sugestão de Salada

Alface, rúcula, repolho roxo picado, tomate em rodelas, cenoura ralada, queijo branco, atum, torradas integrais, molho de iogurte com mostarda e azeite.

Consultoria: Curso de Nutrição da Uniara (Universidade de Araraquara).

Foto: Fotolia
Banana

Banana

A banana é uma excelente fonte de energia rápida. “Ela é essencial para o esporte e contém potássio, que evita a fadiga e a câimbra muscular. Também é rica em vitaminas do complexo B, responsáveis pela renovação celular e dos músculos. É de boa aceitação, fácil de ser transportada e muito saborosa”, comenta a nutricionista Patrícia Meciano Simon Barreto.

Além disso, a fruta pode auxiliar no emagrecimento: contém fibras que contribuem para o funcionamento intestinal; tem baixo teor de gordura, é rica em outras vitaminas, como A, C, D e E. Conta com importantes minerais, como fósforo, cálcio e ferro.

Foto: Fotolia
Açaí

Açaí

O açaí é uma boa pedida para quem busca construir massa muscular, segundo a nutricionista a nutricionista Patrícia Meciano Simon Barreto. “É um fruto saboroso e rico em nutrientes, adicionado a alimentos integrais como xarope de guaraná, aveia, sorvete, mel e granola”, diz.

Traz diversos benefícios, dentre eles a reposição energética, combate a fadiga e promove melhoria no rendimento em exercícios físicos, ajuda a regular o intestino, combate o envelhecimento e os radicais livres, previne anemia ferropriva (deficiência em ferro) e contribui para o fortalecimento muscular.

A ingestão de açaí, no entanto, deve ser controlada, especialmente por aqueles que desejam reduzir seu peso. “Ele possui alto valor calórico, que pode interferir de forma negativa no processo de emagrecimento ou favorecer o ganho de peso, quando consumido em excesso”, explica.

Outro erro comum é a sua ingestão antes do exercício físico. “Ele sobrecarrega o processo digestivo e pode levar a desconfortos gastrointestinais e interferir no rendimento durante os treinos ou na competição propriamente dita. O ideal,para evitar efeitos indesejáveis é a sua ingestão após o treino”, aconselha.

Happy Hour

Por outro lado, a frequência nos happy hours também aumenta nesta época do ano e é preciso ficar atento à ingestão de bebidas alcoólicas – que aceleram o processo de desidratação do corpo – e com certas comidinhas como batata e mandioca frita, pãezinhos, patês e pratos que levam molhos, pois são alimentos ricos em calorias e gorduras que, em exagero, causam desequilíbrio no organismo (e na balança).

Corpo saudável

Cada alimento desempenha uma função no organismo e, por isso, a alimentação deve ser equilibrada, ou seja, incluir porções diárias de carboidratos, proteínas, gorduras, minerais e vitaminas, além de muita água.

“Carboidratos e lipídeos fornecem combustível para o corpo; as proteínas abastecem substratos para a construção e reparo de tecidos, enquanto as vitaminas e os sais minerais ajudam a regular todas essas reações químicas do organismo”, explica a nutricionista Patrícia Meciano Simon Barreto.

O acompanhamento nutricional é essencial para atender todas as necessidades nutricionais do indivíduo. “Quando um ou mais deles são ingeridos em excesso ou há deficiência, uma função essencial não se realizará adequadamente. Por isso é necessário o equilíbrio entre o consumo de alimentos”, diz.

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora

Receba nossa newsletter!