Cada raça tem seus encantos

Conhecer a personalidade e as características do pet é fundamental para respeitar o “jeitão” de cada um


Assim como os humanos são seres únicos, os bichos de estimação também têm suas características e peculiaridades. Entretanto, é possível relatar um certo padrão de comportamento em animais da mesma raça. Na opinião de Esther Reinheimer, veterinária da Hercosul Alimentos, empresa especializada no segmento pet, é fundamental que os tutores conheçam a personalidade do seu pet para respeitar o “jeito se ser” de cada um.

Acesse o suplemento especial Mundo Pet produzido pelo LIBERAL: www.liberal.com.br/mundopet.

A especialista cita os dados mais recentes do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatísticas) – fornecidos pela Abinpet (Associação Brasileira da Indústria de Produtos para Animais de Estimação) -, segundo os quais são 132,4 milhões de pets espalhados pelo País, dos quais 52,2 milhões são cachorros e 22,1 milhões são gatos. “De diversos portes, raças e personalidades, esses bichinhos conquistam cada vez mais espaço no Brasil e no mundo. Só o cuidado com a alimentação e a saúde dos pets movimenta cerca de R$ 17 bilhões por ano”, comenta.

Liberal Motors – BC

A veterinária reforça que além de serem companheiros, graciosos e estarem sempre prontos para uma brincadeira, os animais de estimação também ajudam na recuperação de doentes. “Os benefícios são tantos que o hospital Albert Einstein, em São Paulo, já liberou visitas de bichos a pacientes internados, também em unidades semi-intensivas. Os médicos acreditam na humanização do tratamento e afirmam que os animais auxiliam positivamente na cura de doenças”, destaca Esther.

E, independentemente da raça, do que todos os pets precisam, enfatiza Esther, é de amor e carinho, “os principais ingredientes para essa relação”. Além disso, “mantenha seu cão seguro e respeite seus limites para que ele cresça saudável e feliz”, finaliza.

Foto: Creative Commons
Dálmata

1 – Dálmata, Chow Chow, Akita e Samoieda
São cães que, apesar da sua aparência fofa, gostam de ter seu momento sozinho. Eles até podem sair e fazer longas caminhadas, mas não são os mais serelepes. Evite esforços exagerados em dias quentes e cuide bem de suas pelagens.

2 – Boxer, o Pastor Alemão, o Pit Bull e Rottweiler
São muito atentos aos sons. Um bom adestrador pode ajudá-los a controlar os latidos oriundos da sensibilidade ao barulho. São companheiros e necessitam de caminhadas longas e muitas brincadeiras para manter a saúde óssea 100%.

Foto: Pedro Midena - Creative Commons
São Bernardo

3 – Mastiff, São Bernardo e Dog Alemão
São cães gigantes que se adaptam facilmente a rotina do dono, portanto, não precisam de muitos exercícios – até por serem bem preguiçosos. O excesso de exercícios pode, inclusive, acarretar efeitos contrários sobre o desenvolvimento ósseo, muscular e para as articulações. Esses animais precisam ser adestrados para urinar e defecar sempre no jornal ou nos tapetes higiênicos, pois o volume é grande, o que pode gerar problemas para o tutor. O ideal para esses pets é que o passeio aconteça pelo menos três vezes ao dia para que realizem suas necessidades. Amabilidade e tranquilidade são as maiores características dessas raças.

4 – Labrador, Golden Retriever, Border Collie, Galgo, Bull Terrier e Beagle
São pets de fácil convívio, mas possuem uma personalidade mais agitada e são ansiosos por natureza. Passeios e brincadeiras de corridas fazem a alegria deles. Inclua muitos exercícios na agenda desses animais, pois eles precisam gastar energia ou ficarão frustrados. A higienização da pelagem merece atenção redobrada com essas raças, pois a perda de pelos é ainda maior.

Foto: Adriano Ferreira - Creative Commons
Fox Paulistinha

5 – Pug, Lhasa Apso, Shih Tzu, Cocker, Fox Paulistinha, Dachshund, Bichon Frise, BulDogue Francês e BulDogue Inglês
São cães perfeitamente adaptados ao apartamento. Não há necessidade de muitos exercícios, visto que uma caminhada leve já é o suficiente. São brincalhões e podem ficar sozinhos por mais tempo. Vale ressaltar que o Lhasa Apso e o Shih Tzu latem muito pouco.

6 – Bichon Maltês
É uma ótima opção para quem mora em apartamento e para os alérgicos, pois ele quase não solta pelos.

7 – Spitz, Chihuahua, Pischer, Yorkshire, Maltes e Poodle
São raças que não lidam bem com a solidão, pois são muito apegados ao tutor. Uma boa dica é levar aos chamados Day Care ou creches de cães.

Fonte: veterinária Esther Reinheimer