Smartphone vira central multimídia no Up Connect

De olho nos jovens motoristas, marca alemã tem investido bastante em tecnologia em seu modelo de entrada


Tecnologias de conectividade funcionam como um atrativo para automóveis de categorias de entrada. Tanto que a Volkswagen decidiu criar uma série especial do Up evidenciando a principal novidade conquistada em sua linha 2018: a Connect.

Baseada na variante Move, a de entrada com motor turbinado TSI, ela é adquirida a partir de um pacote que garante, além de algumas alterações visuais, o sistema de som Composition Phone, que interage com smartphones a ponto de reproduzir, na tela destes, informações sobre o veículo e até um GPS próprio para a linha.

Foto: ISABEL ALMEIDA/CARTA Z NOTÍCIAS
O pacote tem sistema de som compatível com aplicativo que transforma o smartphone do dono em um sistema GPS

A nova versão veio junto com o face-lift do Up, promovido em abril último. Com linhas mais horizontais, o compacto teve os faróis e o para-choque da frente e de trás redesenhados, ganhando elementos internos no conjunto ótico e grade do radiador com friso cromado que se conecta à linha que margeia os faróis. As lanternas também estão com novo visual e são escurecidas.

Oferecida exclusivamente com motor TSI, o pacote Connect adiciona retrovisor pintado de preto, interior escurecido, adesivo na soleira das portas, faixa lateral alusiva à versão, roda de liga leve de 15 polegadas diamantada e com detalhes em preto brilhante. Mas só fica disponível em três opções de cores de carroceria, sempre metálicas: laranja, azul e prata.

Foto: ISABEL ALMEIDA/CARTA Z NOTÍCIAS
Com o face-lift promovido na linha 2018, o Up mudou pouco. A parte frontal agora traz sutis diferenças

Interno O interior também recebeu mudanças. Painel, instrumento combinado, volante global – multifuncional e com acabamento de couro –, suporte para celular e tecido dos bancos são novos. No painel de instrumentos, há três grandes mostradores circulares: à esquerda fica o conta-giros, à direita o marcador do nível de combustível e, ao centro, o velocímetro, junto com a tela central com iluminação branca e 3,5 polegadas.

 

Para se interligar a um smartphone, o Composition Phone depende de um aplicativo que deve ser baixado no aparelho celular, o maps + more, disponível gratuitamente para os sistemas Android e IOS. A partir dele, é permitida a conectividade entre rádio, carro e telefone. Na tela o sistema é colorido e há entradas auxiliar e SD, além de porta USB posicionada no suporte de celular. O pareamento entre o celular e o sistema ocorre via Bluetooth.

Uma vez conectados e com o aplicativo aberto, a tela do smartphone passa a ser a tela central do sistema de som e, com isso, é possível também controlar algumas funções do celular via carro. No telefone, aparecem atalhos para agenda de telefone, músicas salvas e para chamar um serviço de apoio da própria Volkswagen, em caso de algum problema com o Up. O maps + more também traz GPS com mapas baixados para o aparelho celular, garantindo seu funcionamento mesmo sem conexão à internet.

Potência O motor segue intacto: o mesmo 1.0 turbinado de 105 cv de potência máxima e 16,8 kgfm de torque, este último entregue em sua totalidade já a partir dos 1.500 giros. O preço, no entanto, não é dos mais convidativos. O pacote Connect nem encarece tanto, já que sai a R$ 848. Mas como está exclusivamente atrelado a cores metálicas, a conta sobe ainda R$ 1.381, totalizando R$ 55.718. O Up Move TSI, sem o Composition Phone e os adereços estéticos da variante Connect, custa R$ 53.490.

Notícias sobre a região, Brasil e o mundo em um clique. Receba nossa newsletter