Renovação do line-up alavanca vendas em 7% na Honda

Empresa divulgou balanço de 2017 e creditou crescimento à mudança no line-up da marca


O lançamento de novos modelos nos últimos dois anos alavancou as vendas da Honda Automóveis do Brasil em 2017. No ano passado, houve um crescimento de 7% em comparação com 2016. A empresa comemorou o bom resultado e o creditou diretamente à “acertada estratégia de renovação do line-up da marca”. Para este ano, a Honda prevê um cenário de ligeiro crescimento nas vendas, próximo ao patamar registrado em 2017.

Os modelos que alçaram a empresa aos bons resultados foram o HR-V Touring, o Fit 2018, o Civic Geração 10 e o WR-V. Este último foi o primeiro automóvel desenvolvido sob a liderança da equipe brasileira de Pesquisa & Desenvolvimento.

Recebido no mercado com entusiasmo, o WR-V tem como base a arquitetura do Fit. Ele é uma versão ligeiramente ampliada no comprimento e na largura.

Outra boa notícia divulgada pela empresa foi o crescimento no número de automóveis que saiu da linha de montagem da fábrica em Sumaré. O incremento foi de 11,2%, segundo a Honda, ligado diretamente ao crescimento das vendas internas e das exportações.

O modelo mais vendido foi o Honda HR-V, com 47.777 unidades comercializadas. Somado às vendas do WR-V, com 15.352 emplacamentos, a marca consolidou sua presença no segmento de SUVs compactos.

O desempenho da fabricante se deve ainda ao sucesso do Civic, com 25.867 modelos vendidos, do Honda Fit, que registrou vendas de 25.351, e do City, com 15.975 unidades. Os importados CR-V, e Accord e Civic SI somaram, juntos, 762 emplacamentos.

As exportações retomaram força em 2017 – foram enviados ao exterior 5.327 automóveis. Essas vendas estão ligadas ao envio do Civic Geração 10 e WR-V para os principais mercados na América do Sul. Os principais importadores são a Argentina, Bolívia, Chile, Colômbia, Peru, Paraguai e Uruguai.

Além dos veículos, outro filão que vem recebendo grande atenção do mercado externo são as peças CKD produzidas no país pela empresa. A Honda exporta para a Argentina e passou a atender, recentemente, a um acordo de exportação de componentes de motores 1.8 para o México.

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora

Receba nossa newsletter!