Peugeot e Citroën aproximam furgões dos carros de passeio

Peugeot Expert e Citroën Jumpy juntam boa capacidade de carga com leveza dos carros de passeio


O lançamento da nova geração dos furgões Peugeot Expert e Citroën Jumpy marca um diferencial importante do Grupo PSA em relação aos seus outros projetos nesta categoria. Ambos os modelos são construídos sobre a plataforma modular EMP2, a mesma que serve de base para as segundas gerações do Peugeot 308 – vendida na Europa – e do C4 Picasso. No caso dos furgões, a principal intenção é a aliar a grande capacidade de carga à dirigibilidade de um automóvel de passeio.

A motorização é sempre diesel, de acordo com as normas Euro 6, com câmbio manual ou automático de seis velocidades. Há motores 1.6 com opções de potências de 95 cv, 115 cv e 120 cv ou 2.0 com 150 cv ou 180 cv. As duas vans estão disponíveis em três medidas de comprimento: 4,60 metros, 4,95 m e 5,30 m.

Foto:
Citroën Jumpy

As variações são possíveis justamente graças à modularidade da plataforma, que garante a integridade das partes mecânicas independentemente do tamanho adotado. Na Citroën, as opções são chamadas de XS, M e XL, na ordem da menor para a maior, enquanto a Peugeot nomeia suas configurações de comprimento de carroceria como Compact, Standard e Long.

Carga

Disponível em carrocerias que variam do furgão às vans de luxo – inclusive configuradas como escritórios executivos, com poltronas individuais – os novos veículos comerciais da PSA podem ter volume de carga de até 6,6 m³ e capacidade de transportar 1,4 toneladas – 200 kg a mais que a geração anterior.

Foto: Divulgação
Peugeot Expert

A altura, limitada a 1,90 m, torna-os boas opções para os estacionamentos urbanos subterrâneos. A vocação para as cidades é expressa ainda pelo raio de giro de 11,3 m da versão menor, com 4,60 m de comprimento. Os números de lugares variam de cinco a nove, com assentos fixos ou dobráveis.

Liberal Motors – BC

Comparados às versões anteriores, a posição de condução subiu 11,3 cm, enquanto a frente diminuiu 9,5 cm, para favorecer a visibilidade principalmente nas manobras. Nessas horas, destaca-se ainda a câmara de ré, transmitida em uma tela de 7 polegadas localizada no centro do painel de instrumentos e capaz de mostrar um ângulo de 180°.

Foto:
Citroën Jumpy

Primeiras impressões

O uso da plataforma EMP2 do Grupo PSA de fato deixou tanto o Citroën Jumpy quanto o Peugeot Expert muito próximos de um carro de passeio. A começar pelo conforto. Até as versões mais básicas recebem bem seus ocupantes – um pouco menos na terceira fileira.

Em movimento, a sensação é a de se estar a bordo de um sedã. E isso vale também para o motorista. Inclusive a percepção do tamanho do automóvel é tranquila de dentro do habitáculo.

O isolamento acústico do motor é bom, o que faz com que o barulho que mais prevaleça seja o do rolamento dos pneus. Mas nada que irrite.