Kia Stonic vai concorrer no acirrado segmento dos SUVs compactos

Segundo a marca coreana não há previsão de lançamento no mercado brasileiro


Foto: Divulgação
O Kia Stonic agrada bastante, tanto em perímetro urbano quanto nas estradas

O visual agressivo e o interior moderno formam uma combinação que faz do Kia Stonic um veículo que cativa olhares por onde passa. O novo SUV compacto da marca coreana não é só uma versão menor do já consagrado Sportage. Trata-se de um modelo com alto grau de tecnologia e estilo, que vem para incomodar com muita propriedade os concorrentes Peugeot 3008, Renault Captur e Ford EcoSport, na Europa.

Com estilo que remete à esportividade – frente baixa e linhas laterais cônicas –, o Stonic é um carro que “sabe se destacar”. Ele vem com a grade “nariz de tigre”, clássica nos carros da fabricante, luzes de neblina que integram uma moldura na vertical, faróis com canhão ótico e luzes de rodagem diurna em leds, e rodas esmaltadas em cinza com raios diamantados. Tudo isso é mérito do Centro de Estilo criado pela Kia em Frankfurt, na Alemanha, onde os carros da marca começaram a ganhar um visual que, num passado bem distante, era pouco atraente.

Apesar de suas dimensões compactas (ele tem apenas 4,15 m de comprimento), o novo Kia Stonic tem grande espaço interno. O desenho racional faz com que o crossover seja funcional e apresente boa habitabilidade. Mas não só de estilo foi pensado o modelo: o projeto, baseado na plataforma do hatch Rio, integra uma estrutura que prioriza a segurança e dirigibilidade equilibrada.

A estabilidade é controlada em diferentes situações através do controle eletrônico de estabilidade e do gerenciador de estabilidade, que atuam a qualquer momento no sistema de freios para melhorar a tração na trajetória do veículo. O carro conta também com uma espécie de escudo, feito com mais de 50% de aços especiais de alta resistência e rigidez.

Downsizing
Inspirado pela onda do “downsizing”, o Kia Stonic ganhou uma gama de motores de última geração que podem ser abastecidos com gasolina ou diesel. Para quem prefere abastecer com gasolina, as opções são o 1.0 turbo GDI, com injeção direta, que tem potência de 120 cv; o 1.4 litro de 100 cv; e o 1.2 litro, “enfraquecido”, com 84 cv, ideal para os pais que se preocupam com seus filhos condutores. Todos são acoplados a uma caixa manual de seis velocidades e têm tração dianteira. A transmissão automática está prevista para ser disponibilizada em breve.

Na Europa, o Kia Stonic tem preços que variam entre 16 mil e 22 mil euros, dependendo da opção de motor e equipamentos – algo entre R$ 58.600 e R$ 80.600. Não há planos de lançamento do modelo no Brasil.

Notícias sobre a região, Brasil e o mundo em um clique. Receba nossa newsletter