BMW HP4 Race tem força e leveza em apenas 2 rodas

Motocicleta ganha potência e reduz peso com adoção de fibra de carbono na estrutura


Foto: Divulgação
Vários equipamentos acompanham a fúria do trem de força e garantem o desempenho da HP4 Race

A BMW resolveu mudar o status de marca de requinte e conforto quando apresentou, em 2010, a S 1000 RR. Essa superesportiva tornou-se uma vitrine tecnológica da BMW e demonstrou a capacidade da fabricante de enfrentar as já consagradas japonesas e italianas mais ferozes do mercado. Em 2013, chegou a BMW HP4 – baseada na S 1000 RR – que ganhou mais equipamentos, mais sistemas eletrônicos e redução de peso, o que elevou seu desempenho. Agora, a marca alemã apresenta a HP4 Race, com quadro e rodas em fibra de carbono, motor de quatro cilindros de 215 cv e ainda mais controles eletrônicos.

Com produção de 750 unidades para todo o mundo, a BMW HP4 Race será montada uma a uma por um grupo de engenheiros da marca. São usadas peças ainda não usuais em escala de produção, o que demanda atenção e exclusividade na montagem. Materiais como fibra de carbono compõem a estrutura da superesportiva, como o quadro e as rodas. Isso contribuiu para uma redução de peso em relação ao modelo de origem, a S 1000 RR, de 33 kg – a nova superesportiva pesa 171 kg. As rodas, que também foram feitas especialmente para a HP4 Race, pesam 30 % a menos. A título de curiosidade, o quadro da moto pesa somente 7,8 kg.

Para garantir a fúria da superesportiva, a BMW equipou a HP4 Race com um motor de quatro cilindros em linha, de 999 cm³ de cilindrada. A posição do propulsor foi escolhida de forma que ficasse inclinado em 55 graus à frente para que o centro de gravidade fosse melhorado. A moto sofreu reajustes que elevaram a potência de 199 cv para 215 cv a 13.900 rpm. O torque fica na casa dos 12,24 kgfm em 10 mil rpm, com corte na injeção em 14.500 rpm. A redução no peso e o aumento nos números de potência fez com que a relação peso/potencia alcançasse 1,3 cv por quilo.

Trem de força
Outros equipamentos acompanham a fúria do trem de força e garantem o estratosférico desempenho da HP4 Race. O conjunto da suspensão é regulável e conta com um garfo invertido Ohlins FGR 300 Fork na dianteira e um sistema em monobraço na traseira Ohlins TTX 36 GP Shodk, em balança de alumínio. Os freios são a disco e superdimensionados, com dois discos de 320 mm de diâmetro na dianteira que atuam com pinças Brembo monobloco GP4 PR. O assistente de freio motor com programação em até 15 níveis de funcionamento também ajuda na segurança.

Além da mecânica invejável, a HP4 Race esbanja na eletrônica. Ela tem controle de tração em 15 níveis, controlador de empinadas nas largadas e limitador de velocidade de entrada no box. O painel digital guarda as informações sobre desempenho e sobre as voltas, e o câmbio permite trocas de marcha sem necessidade de desaceleração.

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora

Receba nossa newsletter!