Audi Q5 chega ao Brasil ainda neste ano

Segunda geração foi exibida ao público durante o Salão do Automóvel de Paris, no ano passado


O Audi Q5 é hoje um dos mais importantes modelos do line up da Audi no mundo. Para se ter certeza disto, basta conferir os números de venda da primeira geração: foram 1,6 milhão de unidades emplacadas. A segunda geração estreou no último Salão de Paris, e é fabricado atualmente no México, em San José Chiapa, no estado de Puebla, de onde virá importado para o Brasil ainda este ano. A nova fábrica da marca alemã tem capacidade de produção de 150 mil exemplares por ano e demandou um investimento de US$ 1,3 milhões (R$ 4 milhões).

À primeira vista, o novo Q5 parece muito semelhante ao seu antecessor. Algo que já aconteceu quando a fabricante apresentou o novo A4. A justificativa é simples: por que mexer de mais em algo que está dando certo? Em outras palavras, por ser um carro tão bem-sucedido e importante na gama, entende-se que as alterações estéticas devem ser as menos arriscadas possíveis. No entanto, o design adota vários elementos herdados de outros lançamentos da Audi.

Foto: Divulgação
O novo Audi Q5 é um carro que gera grande expectativa antes de seu primeiro contato

A grande grade hexagonal foi mantida, mas adotou perfis de espessura mais grossa, como aconteceu com o Q7 e também no recente face-lift realizado no Q3. De maneira geral, o aspecto expressa mais suas capacidades off-road – todas as versões produzidas no México têm tração integral de série. A plataforma é a mesma utilizada no sedã A4, a modular MLB, para modelos com propulsor em posição longitudinal. Com ela, o novo Q5 ficou 90 quilos mais leve, apesar de ter crescido nas dimensões – agora são 4,66 metros de comprimento e 2,82 m de entre-eixos.

O porta-malas possui 610 litros de capacidade máxima. Por dentro, há uma nova central multimídia com tela de 7 polegadas que chama atenção no painel. Os instrumentos ainda podem ser exibidos por uma tela de 12,5 polegadas e o sistema do carro permite conexão à internet via wi-fi. Completa a lista de opcionais do carro um som da Bang & Olufsen e sistema de entretenimento para os bancos traseiros.

Motor
Para mover o Audi Q5 vendido no México e que chegará em breve ao Brasil, a Audi utiliza um quatro cilindros 2.0 turbo de injeção direta que entrega 252 cv e 37,74 kgfm de torque, acoplado a uma transmissão automatizada de dupla embreagem S-Tronic de sete velocidades. A segurança é reforçada pelo controle de cruzeiro adaptativo, que a partir de sensores espalhados pelo carro é capaz de manter uma velocidade ou distância pré-determinada e frear ou acelerar, de acordo com suas necessidades.

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora

Receba nossa newsletter!