Minha festa deu certo!

Especialistas dão dicas e sugestões que vão te ajudar a fazer “a festa do ano” e driblar os imprevistos


Contagem regressiva para a festa do ano: o aniversário do(a) filho(a). A festinha infantil é um evento esperado por toda a família e amiguinhos. Que dá trabalho a gente sabe que dá e, seja para aqueles quem vão começar agora com a festinha de 1º ano ou quem já está no “ramo” há algum tempo, sempre vem a dúvida: por onde começar? Quanto antes você se organizar, melhores serão as chances de encontrar salão, decoração e outros serviços desejados e com melhores opções de pagamento. Especialistas do setor ensinam o caminho das pedras e dão as dicas para encontrar o melhor lugar e buffet e evitar “surpresas”!

Foto: Assis Fotografia.JPG
Quanto antes você se organizar, melhores serão as chances de encontrar salão, decoração e outros serviços desejados

Salão e decoração: até quatro meses antes da festa. “Se não tem a decoração, a gente corre atrás para montar. Se a gente já tem, corremos para deixar tudo em ordem e bonito para o dia da festa. Se deixar para resolver um mês antes da festa a decoração já poderá estar alugada. O salão mesmo, você não encontrará nenhum disponível”, diz Silmara Antoniassi Barros, do Zua Zuô Buffet Infantil.

Cardápio: a maioria dos salões infantis possui o próprio buffet com mais de uma opção de cardápio, definido no momento de fechar o contrato. Os docinhos personalizados são um custo/serviço a parte e a dica é encomendá-los até três meses antes da festa.

Convites e Lembrancinhas: a confecção desses itens deve ser antecipada em até dois meses. Quanto aos convites, eles devem ser entregues, no mínimo, 20 dias antes do aniversário para evitar ausências. Entregar o convite muito tempo antes também não é legal porque os convidados podem confundir as datas ou esquecer o dia da festa.

Vídeo e foto: três a quatro meses antes da festa. Antes de contratar certifique-se que o fotógrafo tem experiência em eventos infantis, busque referências e escute a opinião de quem já contratou os trabalhos desse profissional. É comum os fotógrafos marcarem mais de um evento na mesma data, sendo assim, questione quem irá cobrir a tua festa e peça para ver o portfólio do profissional.

Foto: Assis Fotografia.JPG
Para quem vai fazer a festa em casa, a dica é locar até quatro meses ante

Brinquedos: a maioria dos salões possuem os próprios brinquedos. Para quem vai fazer a festa em casa, a dica é locar até quatro meses antes. É aconselhado que a locadora do brinquedo visite o local antes de instalá-lo. “O mesmo vale para os personagens vivos. Sugerimos que eles venham uns dias antes até o salão para ver o espaço, para adequarem a performance deles, ensaiarem”, diz Cálita Feltrin, do Doce Encontro Festa e Eventos.

O salão ideal: É importante que os pais visitem o local e se atentem à localização (é fácil de chegar?), limpeza do imóvel e da cozinha, acessibilidade e facilidades (rampas, toilets para crianças, trocador), se há climatização, quais os espaços disponíveis (área dos brinquedos, da baladinha, etc.) e estacionamento.

Foto: Fotolia
A maioria dos salões infantis têm serviço de buffet incluso e possuem mais de um tipo de cardápio

Comer bem: A maioria dos salões infantis têm serviço de buffet incluso e possuem mais de um tipo de cardápio. Peça para ver o que será servido em cada um, se está de acordo com o gosto da maioria dos convidados ou há restrições.

Alguns buffets oferecem opção de porções vegetarianas e menu para intolerantes a lactose e alérgicos ao leite – geralmente esse serviço não é cobrado, mas é bom ficar atento!

É importante saber quantas vezes as porções de salgadinhos, lanchinhos e bebidas passarão pelas mesas dos convidados ou se será servido em esquema self-service.

“Para as crianças geralmente acontece o piquenique, as atividades param e os monitores reúnem as crianças para comer. Mas é importante os pais saberem se existe esse momento na festa ou não”, comenta Cálita Feltrin, do Doce Encontro Festa e Eventos.

Foto: Divulgação - Doce Encontro Festas e Eventos
Alguns salões disponibilizam um monitor específico para interagir com os pequenos quando existem dois ou mais bebês na festa

Hora da brincadeira: Fique atento aos brinquedos disponíveis e brincadeiras realizadas pelos monitores, eles atendem a idade das crianças na festa? É importante informar se haverá bebês entre os convidados. Alguns salões disponibilizam um monitor específico para interagir com os pequenos quando existem dois ou mais bebês na festa. Há ainda o serviço de monitor-babá que fica exclusivo para cuidar de uma única criança durante o evento e pode ser contratado pelos pais do aniversariante ou pais do pequeno convidado.

Lista de convidados: Adéque a lista de convidados à capacidade do salão, geralmente calculada com base número de pessoas sentadas. Evite colocar dez pessoas ou mais em uma única mesa ou abrir mesas extras, você poderá comprometer a circulação dos garçons e o serviço de buffet. Na hora de montar a lista, convide pessoas que sejam próximas à criança ou que tenham visitado o bebê nos primeiros meses de vida (no caso da festa de 1 ano).

Orientação aos pais dos convidados: Os pais que não acompanharem os filhos na festa devem deixar na recepção do salão o número de contato e o nome da pessoa responsável que irá buscar o pequeno no fim da festa. “Alguns pais só param o carro para a criança descer e não tomam esse cuidado. Nós não deixamos a criança sair do salão com um vizinho que o pai mandou buscar ou de carona com alguém. Por isso esse cuidado é de extrema importância para todos”, frisa Silmara.

Fonte: Zua Zuô Buffet Infantil e Doce Encontro Festas e Eventos

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora

Receba nossa newsletter!