Brócolis: conheça os benefícios e efeitos colaterais

Um vegetal repleto de nutrientes e com muitas formas de uso: tem propriedades antioxidantes e anticancerígenas


O brócolis é um vegetal cujas folhas, flores e talos são comestíveis. É um alimento rico em cálcio, importante para a formação e manutenção dos ossos e dentes, fonte de vitamina A e C. Além do que, ele é rico em ácido fólico, selênio e potássio. Esse vegetal tem propriedades antioxidantes e anticancerígenas contra o câncer de pulmão, cólon e mama.

Uma porção de 90 gramas de brócolis contém, aproximadamente, 50 mg de cálcio, que faz com que o alimento seja uma rica fonte alternativa do mineral, ótima para quem sofre com intolerância à lactose e não pode consumir leite e seus derivados. O vegetal também é rico em fibras alimentares, potássio, zinco, sódio, ferro e vitaminas A, C, K e do complexo B.

Outro benefício é a presença abundante de vitamina B9, mais conhecida como ácido fólico. Além de contribuir para a saúde cardiovascular, a substância ajuda a controlar anemias, reduzir os riscos de mal de Alzheimer e garantir uma gravidez tranquila e saudável.

Foto: Shutterstock
Pesquisadores descobriram que o brócolis ajuda a regular a pressão arterial

Alguns estudos também apontam o brócolis como fonte de antioxidantes, que previnem o aparecimento de células cancerígenas e desaceleram o processo de envelhecimento do organismo. Uma pesquisa realizada na Universidade East Anglia, no leste na Inglaterra, também testou sua ação na prevenção e combate à artrose. Os testes, feitos com 20 pacientes, comprovaram que a verdura tem, sim, capacidade de reduzir o comprometimento das articulações, atingidas pela doença. Segundo os pesquisadores, para sentir os resultados, é preciso consumir cerca de 100 gramas do alimento diariamente.

Sendo rico em cálcio e vitamina K, promove a saúde dos ossos e ajuda a prevenir a osteoporose. Além disso, uma dieta rica em vitamina K tem sido associada a um menor risco de fraturas. Além disso, o Brócolis é rico em fibras e pobre em calorias e podem ajudá-lo a gerenciar seu peso, que é importante para a saúde óssea. Então, coma Brócolis regularmente para evitar a deficiência de cálcio e seus efeitos.

Pesquisadores descobriram que o brócolis ajuda a regular a pressão arterial. Um enxofre orgânico composto no vegetal, o sulforafano, desempenha papel fundamental na melhoria da ligação ou substituição de DNA, crucial para a função celular normal e expressão gênica adequada.Além disso, o magnésio, cálcio e potássio presentes também ajudam a regular a pressão arterial. O brócolis junto com outros vegetais crucíferos como couve de Bruxelas, repolho, couve-flor, rabanete e rúcula devem ser incluídos em sua dieta para normalizar os níveis de pressão arterial.

Ele também pode ser considerado um bom anti-inflamatório e pode retardar os danos às articulações associados com a osteoartrose. Um estudo da Universidade de East Anglia descobriu que o sulforafano pode ajudar pessoas que sofrem de artrite porque ele age bloqueando as enzimas que causam a destruição da articulação, interrompendo o efeito de uma molécula chave conhecida por causar inflamação. Os ácidos graxos ômega 3 presentes também podem ajudar a conter processos inflamatórios.

Em relação ao benefício ao intestino é recomendado pela pesquisa de Universidade de Liverpool, no Reino Unido. Os autores fazem sugestão que fibras solúveis deste alimento podem ter fixação em paredes do intestino, auxiliando para que o progresso da Doença de Crohn seja evitado, determinada pelas inflamações locais que geram vômito, emagrecimento e diarreia.

O brócolis, assim como a couve-flor, o repolho ou a couve apresenta substâncias que são responsáveis tanto por seu aroma quanto por seu sabor. Esses compostos têm a capacidade de bloquear a utilização e a absorção do iodo, e acabam assim retendo a atividade da glândula tireoide.

Fonte: www.saudedica.com.br

Notícias sobre a região, Brasil e o mundo em um clique. Receba nossa newsletter