Federer tem pior ranking desde 2001 na ATP

O ranking da ATP foi atualizado nesta segunda-feira e teve como principais novidades a ascensão de uma posição de Gael…


O ranking da ATP foi atualizado nesta segunda-feira e teve como principais novidades a ascensão de uma posição de Gael Monfils no Top 10 e a queda de Roger Federer da 16ª para a 17ª colocação. O primeiro deles foi beneficiado pela surpreendente queda do croata Marin Cilic na estreia do Torneio de Chennai, na semana passada, na Índia, fato que propiciou ao tenista francês saltar do sétimo para o sexto posto da listagem.

Já o suíço caiu após ter retornado às quadras depois de seis meses afastado das quadras, por motivo de lesão. Ele disputou a Copa Hopman, competição entre países com equipes mistas do tênis, na qual venceu dois dos três jogos que realizou em simples.

Para Monfils, a subida inesperada no ranking pode servir como injeção de ânimo para a disputa do Aberto da Austrália, Grand Slam que começa na próxima segunda-feira, em Melbourne. Já para Federer, embora a mudança pareça irrelevante, pois ele ficou longo tempo afastado das competições, a queda poderá significar um caminho mais difícil em sua chave no Grand Slam australiano.

Liberal Motors – BC

Caso não haja desistências entre os 16 primeiros colocados, o suíço poderá encarar adversários que estarão entre o nono e o 16º cabeças de chave já na terceira rodada em Melbourne. Essa é, por sinal, a primeira vez desde 2001 que o astro fica fora do grupo dos 16 primeiros colocados – ele foi o 18º do mundo em 28 de maio daquele ano.

Essa queda de posto de Federer se deu pelo fato de que foram descontados os pontos do título do Torneio de Brisbane, na Austrália, conquistado na primeira semana de 2015. E ele agora se vê na condição de possivelmente não figurar entre os 16 principais cabeças de chave no primeiro Grand Slam deste ano.

Já o britânico Andy Murray, derrotado por Novak Djokovic na final do Torneio de Doha no último sábado, se mantém tranquilo na liderança do ranking, com 12.560 pontos, e é seguido justamente pelo sérvio, segundo colocado, com 11.780.

BRASILEIROS – Entre os brasileiros, Thomaz Bellucci e Thiago Monteiro caíram uma posição cada e agora são respectivamente o 62º e a 83º tenistas da ATP. Já Rogério Dutra Silva, outro brasileiro no Top 100, subiu dois postos após ter conquistado uma vitória no Torneio de Chennai, na semana passada, assumindo assim o 96º lugar.

Outro único brasileiro a figurar no Top 200, João Souza, o Feijão, também galgou duas colocações, embora tenha sido superado já na estreia de um torneio da série challenger realizado na semana passada. Ele saltou de 123º para 121º.

Confira a classificação atualizada do ranking da ATP:

1) Andy Murray (GBR), 12.560 pontos

2) Novak Djokovic (SER), 11.780

3) Milos Raonic (CAN), 5.290

4) Stan Wawrinka (SUI), 5.155

5) Kei Nishikori (JAP), 5.010

6) Gael Monfils (FRA), 3.625

7) Marin Cilic (CRO), 3.605

8) Dominic Thiem (AUT), 3.415

9) Rafael Nadal (ESP), 3.195

10) Tomas Berdych (RCH), 3.060

11) David Goffin (BEL), 2.750

12) Jo-Wilfried Tsonga (FRA), 2.595

13) Roberto Bautista Agut (ESP), 2.510

14) Nick Kyrgios (AUS), 2.460

15) Grigor Dimitrov (BUL), 2.195

16) Lucas Pouille (FRA), 2.131

17) Roger Federer (SUI), 1.980

18) Richard Gasquet (FRA), 1.885

19) John Isner (EUA), 1.850

20) Ivo Karlovic (CRO), 1.795

62) Thomaz Bellucci (BRA), 771

83) Thiago Monteiro (BRA), 660

96) Rogério Dutra Silva (BRA), 616

121) João Souza (BRA), 491