Peterhansel vence etapa e mantém liderança entre os carros no Rally Dakar

Depois de dois dias de paralisação, o Rally Dakar voltou à ação nesta segunda-feira com a disputa da sétima etapa,…


Depois de dois dias de paralisação, o Rally Dakar voltou à ação nesta segunda-feira com a disputa da sétima etapa, entre as cidades de La Paz e Uyuni, na Bolívia. Quem levou a melhor neste retorno foi justamente o líder geral da competição, o francês Stéphane Peterhansel, que venceu o estágio e abriu vantagem na ponta.

A equipe do piloto, a Peugeot, aliás, teve motivo em dobro para comemorar. Isso porque o segundo colocado geral do mais perigoso e tradicional rali do mundo, o também francês Sebastien Loeb, chegou colado em seu companheiro nesta segunda e manteve-se muito próximo na briga pela liderança.

Peterhansel completou o percurso desta segunda-feira em 1h54min08s, somente 48 segundos à frente de Loeb. Agora, o líder do rali tem percorridas, no total, 15h57min06s, 1min57s abaixo de seu compatriota e companheiro de equipe. A distância para o terceiro colocado, o espanhol Nani Roma, já chega a 11min07s.

Atual campeão do Rally Dakar, Peterhansel aparece como favorito para repetir o feito, mas terá que superar seu compatriota, Loeb, nove vezes campeão mundial de rali. A briga pelo título, aliás, parece cada vez mais restrita. Quarto colocado, o também francês Cyril Despres está 14min01s atrás do líder, mas o quinto, o finlandês Mikko Hirvonen, já tem 47min24s de distância.

A etapa desta segunda-feira do Rally Dakar mais uma vez foi influenciada pelas condições climáticas extremas desta região da Bolívia. Por conta das tempestades e dos fortes ventos que castigaram o local nos últimos dias, o trajeto entre La Paz e Uyuni foi um pouco alterado.

Na última sexta, a etapa que tinha previsto um percurso de 417 quilômetros entre as cidades de Tupiza e Oruro, a quase quatro mil metros de altitude, foi reduzida a 219 quilômetros por conta do mau tempo. Já no sábado, a organização foi obrigada a cancelar a sexta etapa, entre Oruro e La Paz.

Se as condições climáticas não obrigarem a organização a realizar novas alterações, os pilotos voltam à ação nesta terça-feira para a realização da oitava etapa do Rally Dakar, que percorrerá 892 quilômetros entre Uyuni e Salta, na Argentina.

MOTOS – Entre as motos, também não houve qualquer alteração no topo da tabela geral do Rally Dakar nesta segunda-feira. Líder, o britânico Sam Sunderland teve ótimo desempenho na sétima etapa, terminou no pelotão da frente e viu crescer sua vantagem na ponta da classificação.

A etapa foi vencida pelo norte-americano Ricky Brabec, que completou o percurso entre La Paz e Uyuni em 2h02min05s, pouco à frente de seu companheiro de equipe na Honda, o português Paulo Gonçalves, que fez 2h03min49s. A 4min43s do líder, apareceu justamente Sunderland.

Com o resultado, Sunderland chegou a 17h28min53s percorridas no Rally Dakar. Já são 17min45s de vantagem para o segundo colocado, o chileno Pablo Quintanilla, que não foi bem nesta segunda-feira. A terceira colocação no geral é do francês Adrian van Beveren, a 22min16s do britânico.

Notícias sobre a região, Brasil e o mundo em um clique. Receba nossa newsletter