Murilo comemora retorno às quadras após suspensão por doping

Jogando em uma posição nova, Murilo fez seu retorno às quadras na noite deste sábado. Campeão olímpico pela seleção brasileira…


Jogando em uma posição nova, Murilo fez seu retorno às quadras na noite deste sábado. Campeão olímpico pela seleção brasileira de vôlei em Atenas-2004, atleta de 36 anos voltou a defender o Sesi-SP após cumprir suspensão de oito meses por doping – ele fora flagrado com a substância furosemida, que é diurético.

E o retorno foi com vitória, sobre o Sesc, do Rio, pelo placar de 3 sets a 1, com parciais de 25/17, 25/20, 16/25 e 25/18), no ginásio do Sesi Vila Leopoldina, em São Paulo, pela última rodada do primeiro turno da Superliga masculina de vôlei.

“Ainda não é o ideal, é o primeiro jogo, não fiz nenhuma amistoso, e entrei em uma fogueira contra o Sesc RJ, que vem muito bem na Superliga, contra um amigo, que é o Giovane [Gáveo]”, comentou Murilo, que era ponteiro, mas agora vai jogar na posição de líbero.

“Foi um período muito difícil, a mudança de posição é complicada, mas este é um momento muito especial. Agradeço a todos e tudo torna o meu dia muito especial”, declarou o jogador, que tem ainda duas medalhas de prata olímpicas em Pequim-2008 e Londres-2012.

Murilo está no Sesi-SP desde 2011 e já foi campeão nacional pela equipe, na temporada 2010/2011. Pela seleção, tem três medalhas olímpicas pelo Brasil e acumula dois títulos mundiais, obtidos em 2006 e 2010, e um vice-campeonato do mundo em 2014.

Com o resultado deste sábado, o Sesc RJ se manteve em segundo lugar na tabela da Superliga, com 28 pontos. O Sesi-SP continua na quarta colocação, mas agora com 24 pontos.

Notícias sobre a região, Brasil e o mundo em um clique. Receba nossa newsletter