Americanense conquista cinturão do Sul-Americano

Aos 28 anos, Davi Eliasquevici vive seu auge na carreira


Foto: Divulgação
Davi (à direita.) disse viver o melhor momento de sua carreira, após combate com boxeador da República Dominicana

O americanense Davi Eliasquevici vive seu auge na carreira. Aos 28 anos, o boxeador conquistou seu título mais importante no fim de abril, ao garantir o cinturão da categoria super meio médio (até 69 quilos) no Campeonato Sul-Americano de Boxe, realizado pelo Conselho Mundial de Boxe, em Buenos Aires, na Argentina.

Em uma luta com 12 rounds previstos, ele nocauteou Henrri Polanco, da República Dominicana, ainda no segundo round. “Eu já tinha um título brasileiro pela Associação Nacional de Boxe, mas a nível internacional esse foi sem dúvidas meu título mais importante. Já tinha disputado um Sul-Americano uma vez e perdi por pontos, mas desta vez fui muito preparado para buscar a vitória, sabendo que ia enfrentar um adversário de grande qualidade. Foi uma emoção muito grande voltar com esse cinturão para casa”, disse nesta quinta Eliasquevici, que é treinado por Kelson Pinto.

Apesar de ter nascido e sido criado em Americana, o boxeador reside atualmente em Florianópolis, onde mantém sua rotina diária de treinamentos.

Liberal Motors – BC