União busca rol de pequenos patrocinadores para a Série A3

Segundo membro do grupo de apoio ao clube, objetivo é conseguir R$ 50 mil ao mês com patrocínios e utilizar verba da FPF


O União Barbarense segue em fase de planejamento para a próxima temporada, quando vai disputar a Série A3 do Campeonato Paulista, e a prioridade no momento é buscar patrocinadores que possam apoiar o clube, garantindo, junto com a verba repassada pela FPF (Federação Paulista de Futebol) ao participantes da competição para manter sua saúde financeira em 2018.

De acordo com Edvaldo de Souza, empresário que faz parte do grupo de apoio ao Leão da 13, após insucessos em ano anteriores em negociações sobre patrocínio máster, a ideia no momento é reunir um bom número de empresas em um rol de patrocinadores com investimentos menores, sendo que a expectativa é de que possam ser arrecadados cerca de R$ 50 mil por mês durante os seis primeiros meses do ano, totalizando uma verba de R$ 300 mil.

Foto: Marcelo Rocha / O Liberal
Edvaldo de Souza afirmou que clube busca vários patrocinadores menores para somar quantias

“A questão nossa não é pegar um patrocínio máster, a gente quer várias pequenas empresas ajudando com pouco e com vários dando pouco, se faz bastante. Toda vez que a gente procura um máster, deixa para a última hora e acaba não arrumando e aí quando começa o campeonato não tem nada, aí fica desesperado para pagar as contas e não tem dinheiro. Buscamos empresas da cidade, 90% é de Santa Bárbara e já estamos conversando com uma empresa de Nova Odessa, uma de Sumaré, duas de Americana. A gente busca de patrocínio R$ 50 mil mensais”, destacou Souza, lembrando da importância de o clube conseguir montar um bom elenco para a competição estadual. “Fazendo um bom time, vai ter também uma renda”, finalizou.

Mesmo antes do fechamento de acordos de patrocínio, o departamento de futebol unionista deve começar já na primeira semana de agosto a buscar um acerto verbal com um dos quatro treinadores cogitados para assumir a equipe.

Após a definição do novo comandante, o Leão da 13 deve iniciar as negociações para a montagem do elenco de 2018, sendo que a utilização de alguns jogadores das categorias de base em busca de experiência não está descartada, mas a prioridade é contratar atletas que já estejam acostumados com uma Série A3, visando o acesso para retornar à Série A2.

Notícias sobre a região, Brasil e o mundo em um clique. Receba nossa newsletter