Tigre não se assusta com números de rival

'Azarão' em Limeira, Rio Branco confia na classificação para a segunda fase da Copa Paulista


Foto: Marcelo Rocha / O Liberal
Rio Branco foi derrotado pela Inter, por 2 a 1, no primeiro turno, no DV

Nada abala a confiança do Rio Branco para a partida decisiva de amanhã contra a Inter de Limeira. Nem o provável desfalque de Mima, com dores na coxa direita, e muito menos os números do adversário, dono da melhor campanha da Copa Paulista, com aproveitamento de 72% – somou 24 dos 33 pontos disputados. Para os jogadores do Tigre, a equipe tem que seguir fazendo o que já tem feito, principalmente nos últimos jogos fora de casa, quando superou Taboão da Serra e Atibaia, para conquistar a classificação no confronto válido pela última rodada da primeira fase.

“Estamos cientes da partida decisiva, mas o importante é que dependemos só de nós, vamos em busca da vitória e da classificação”, comenta o zagueiro Rafael Rufina, que se apega até em outro jogo em que o Rio Branco entrou em campo desacreditado neste ano e também saiu comemorando uma vaga. “Na A3 contra o Olímpia eles tinham uma sequência de oito jogos sem perder em casa, todos falavam que íamos perder, mas chegamos lá e vencemos. É esse o espírito”, lembra o defensor, recordando a vitória por 2 a 0 em Olímpia que selou a classificação do time na penúltima rodada da Série A3.

A Inter de Limeira ainda não perdeu em casa na Copa Paulista. Em cinco jogos no Limeirão, venceu quatro e empatou um. A equipe ainda é dona do segundo melhor ataque entre os 22 participantes, com 19 gols, e da defesa menos vazada, com apenas 7 gols sofridos. Números de respeito, mas que não intimidam o atacante Marcelinho. “É um jogo bom para mim. Já joguei lá uma vez, é um campo bem grande e eles saem toda hora querendo o gol, deixando espaços. Temos que aproveitar as oportunidades que surgirem para matar o jogo”, comenta.

Notícias sobre a região, Brasil e o mundo em um clique. Receba nossa newsletter