Sport diz que proposta por Diego Souza ‘não agradou’

Meia tem contrato até dezembro de 2018 com o Sport, foi especulado pelo Palmeiras no meio do ano e se tornou alvo do São Paulo para próxima temporada


A aguardada proposta do São Paulo pelo meia Diego Souza finalmente chegou. Mas ela não agradou. Foi o que garantiu nesta sexta-feira o presidente do Sport, Arnaldo Barros, em entrevista coletiva para explicar algumas negociações do clube pernambucano.

O meia tem contrato até dezembro de 2018 com o Sport, foi especulado pelo Palmeiras no meio do ano e se tornou alvo do São Paulo para a próxima temporada. Mas, como ocorrera anteriormente, a direção do Sport promete fazer jogo duro para liberá-lo.

Foto: Tarla Wolski / Futura Press / Estadão Conteúdo
Diego Souza está na mira do São Paulo, mas proposta apresentada pelo clube paulista não agradou ao Sport

“Leio e escuto dizendo que a situação do Diego está indefinida. Não está. Ele tem contrato com o Sport até o fim do ano que vem. Nenhum atleta do Sport é inegociável. No momento, o que existe é o interesse do São Paulo, como está sendo divulgado. Chegou até a nós uma proposta pelo empresário dele, mas que não nos agradou”, destacou Arnaldo Barros.

Irritado com as especulações em torno do meia, o dirigente fez questão de ressaltar que o Sport não precisa sair se desfazendo de seus jogadores. “Dizem que o Sport está sem dinheiro ou queimando ativos. Até agora não alienamos nenhum atleta. Não vendemos nenhum atleta. Das negociações que foram noticiadas, só duas foram formalizadas: a renovação do Raul Prata e o empréstimo de Ronaldo (para a Ponte Preta)”.

Para reforçar a intenção de manter Diego Souza, Arnaldo Barros elogiou o atleta e lembrou as frequentes convocações para a seleção brasileira. “Diego é um atleta que terminou entre os maiores artilheiros do País, que deve ir à Copa do Mundo, que seria titular na maioria dos times do Brasil”, finalizou.

Notícias sobre a região, Brasil e o mundo em um clique. Receba nossa newsletter