Rio Branco encaminha acordo com treinador

Thiago Oliveira se reúne com diretoria e aguarda busca por patrocinadores


Foto: Reprodução / Facebook
Jovem treinador tem passagens por Sinop, Batatais e Caldense; agora, é mantido na mira do Tigre

Em reunião de quase três horas realizada na tarde de ontem, o Rio Branco encaminhou o acerto com o treinador Thiago Oliveira, que já jogou pelo clube, em 2011, e treinou times como Batatais, Caldense e Taboão da Serra. Ele deve assumir o comando da equipe para o Campeonato Paulista da Série A3 em 2018 com intermédio do ex-jogador do São Paulo, Fábio Simplício, que trabalhou com o técnico no Batatais e atualmente é investidor e empresário de jogadores de futebol.

Segundo o presidente do Tigre, Valdir Ribeiro, o encontro serviu para que Oliveira e Simplício conhecessem a realidade do clube e a necessidade de patrocínios para bater o martelo na negociação. Um contrato ainda não foi assinado porque a dupla também fez exigências, sobretudo quanto à disponibilidade financeira para contratações de atletas de bom nível.

“Eles foram muitos sinceros sobre quais são seus objetivos e também se comprometeram a ajudar na busca por patrocinadores, inclusive, entendem que isso precisa ser feito o mais breve possível”, comentou o dirigente, que já tem acordo verbal com 12 jogadores remanescentes do elenco da Copa Paulista para a próxima temporada.

“Eles concordaram com a lista de jogadores apresentada e combinamos de, semana que vem, realizarmos algumas visitas a potenciais patrocinadores.

Caso não tenhamos sucesso, seguiremos no planejamento de outras metas”, frisou. Questionado pelo LIBERAL, Ribeiro disse que ainda não pode cravar o acerto com Thiago Oliveira e nem a possibilidade de Fábio Simplício ceder atletas ou exercer uma função de gerente, como Sandro Hiroshi fez neste ano.

Hiroshi, aliás, esteve presente na reunião, indicando que não se afastou totalmente do time profissional do Rio Branco, ainda que tenha se desligado do cargo de gerente de futebol do alvinegro no mês passado, para se dedicar somente à administração das categorias Sub-15 e Sub-17. Foi ele quem teria indicado Thiago Oliveira à diretoria. Também estiveram no encontro o diretor jurídico Éder Duarte e o colaborador Juninho Ferrari.

Notícias sobre a região, Brasil e o mundo em um clique. Receba nossa newsletter