Real cai diante do Villarreal em casa, é vaiado e segue em crise no Espanhol

A crise do Real Madrid parece não ter fim e teve um novo capítulo neste sábado. Mesmo atuando em casa,…


A crise do Real Madrid parece não ter fim e teve um novo capítulo neste sábado. Mesmo atuando em casa, o time madrilenho foi derrotado pelo Villarreal por 1 a 0, com golaço de Fornals já na reta final, e somou a quarta partida consecutiva sem vencer no Campeonato Espanhol. Foi também o quarto jogo seguido sem vitória atuando no Santiago Bernabéu, entre todas as competições disputadas.

Se antes o estádio era trunfo do Real, nesta temporada tem sido o cenário de uma série de decepções. Neste sábado, o Villarreal se juntou a Barcelona e Betis como times que bateram o adversário no Santiago Bernabéu. Os madrilenhos ainda tropeçaram no Numancia, no Fuenlabrada, no Tottenham, no Valencia e no Levante em seus domínios.

O péssimo momento é traduzido nos números, e o Real já corre risco de deixar a zona de classificação para a Liga dos Campeões. Atualmente, é o quarto colocado, com 32 pontos, um acima do próprio Villarreal, quinto colocado, e três à frente do Sevilla, sexto lugar, que ainda atua na rodada.

Na quinta-feira que vem, o Real volta as atenções para a Copa do Rei, pela qual inicia o duelo de quartas de final diante do Leganés, fora de casa. Já o Villarreal só entra em campo novamente no sábado que vem, quando recebe o Levante, pelo Espanhol.

Neste sábado, o Real começou em ritmo lento e a exigente torcida, cansada da má fase madrilenha, iniciou as vaias já com 11 minutos. Aos 12, Bale marcou, mas o impedimento foi bem marcado. Seis minutos depois, Marcelo arriscou de longe e parou em ótima defesa do goleiro Asenjo.

O time da casa crescia, mas começava a desperdiçar chances. Começou, então, a sequência de gols perdidos de Cristiano Ronaldo. Aos 22, ele cobrou falta próxima à área, a bola desviou e Asenjo voou para espalmar. Aos 29, o português recebeu enfiada perfeita de Modric e tocou por cima do goleiro, para fora. Mais um minuto, e novamente o craque recebeu na área. Desta vez, balançou para cima da marcação e jogou rente à trave.

Se Cristiano Ronaldo não conseguia marcar, Bale tentou aos 42, de direita, e jogou com muito perigo. Mas seria mesmo o português o responsável por desperdiçar a melhor chance madrilenha no primeiro tempo. Aos 45, Isco recebeu de Bale e cruzou para a área, Ronaldo apareceu na pequena área, levemente desequilibrado pelo zagueiro, e finalizou à queima-roupa, para grande defesa de Asenjo.

O Real voltou para a etapa final disposto a deixar a má fase para trás e criou boa chance logo aos seis minutos, mas Asenjo impediu gol de Kroos. O goleiro do Villarreal se tornava o grande destaque da partida e voltaria a aparecer aos 16 para defender a finalização de Marcelo.

O Villarreal assustou com Bacca, mas o Real era todo ataque e perdeu outra chance aos 35 com Modric, que jogou por cima. Na marra, o gol quase saiu aos 39. Marcelo cruzou para a área, Asensio finalizou na marcação e a bola ainda tocou em Cristiano Ronaldo, mas não entrou.

Justamente quando os donos da casa insistiam, o Villarreal aproveitou um raro contra-ataque para matar a partida com um golaço, aos 42. Kroos cobrou escanteio da direita, a defesa tirou e Cheryshev arrancou pela esquerda antes de tocar no meio para Ünal, que aproveitou cochilo de Marcelo e finalizou para grande defesa de Navas. O rebote, porém, ficou com Fornals, que deu belo toque por cobertura de esquerda, de fora da área, sem chances para o goleiro.

Na outra partida já encerrada do sábado pelo Espanhol, o Girona recebeu o lanterna Las Palmas e não teve piedade ao golear por 6 a 0. Michael Olunga marcou três vezes e foi o destaque da partida, que levou os donos da casa a 26 pontos, na nona colocação. Já o Las Palmas estacionou nos 11 e segue afundado na lanterna.

Notícias sobre a região, Brasil e o mundo em um clique. Receba nossa newsletter