Prefeitura cassa alvará de sede náutica do Rio Branco

Problema seria a falta do Auto de Vistoria do Corpo de Bombeiros e o Executivo pode até mesmo lacrar o local caso sejam realizados eventos no espaço


Foto: Dener Chimeli / O Liberal
O problema seria a falta do Auto de Vistoria do Corpo de Bombeiros

A Prefeitura de Americana cassou o alvará de funcionamento da Sede Náutica do Esporte Clube Rio Branco, na Praia dos Namorados. O problema seria a falta do AVCB (Auto de Vistoria do Corpo de Bombeiros) e o poder Executivo pode até mesmo lacrar o local caso sejam realizados eventos no espaço no período de ausência de documentação.

A sede foi proibida pela Justiça, recentemente, de receber eventos em função da falta do documento do Corpo de Bombeiros, que referenda que um estabelecimento cumpre as devidas normas de segurança para receber o público. O salão costuma receber festas durante os fins de semana.

Segundo nota da prefeitura, “a Unidade de Serviços Urbanos da prefeitura notificou em outubro, por correio, o Rio Branco a paralisar as atividades por falta de alvará de funcionamento. Eles têm que providenciar o alvará de licença de funcionamento para regularizar a situação. Eles não têm o Auto de Vistoria do Corpo de Bombeiros, necessário para o funcionamento das atividades, o que barra a expedição do alvará, além de outros requisitos. Se eles realizarem atividades sem o alvará poderão ser penalizados com multa e a lacração da sede, pois o documento é importante para assegurar as condições exigidas por lei aos estabelecimentos e necessárias para questão da segurança”.

O vice-presidente administrativo do clube, Vinicius Ferraz, informou que o clube já contatou arquiteto e engenheiro para que o clube possa restabelecer o AVCB. Desde agosto na sede náutica, Ferraz disse que o clube vem se esforçando.