Polícia da Colômbia diz que apenas cinco pessoas sobreviveram em acidente

O chefe da polícia de Antioquia, general José Acevedo, afirmou à rádio Caracol que apenas cinco pessoas foram retiradas com…


O chefe da polícia de Antioquia, general José Acevedo, afirmou à rádio Caracol que apenas cinco pessoas foram retiradas com vida do acidente aéreo que atingiu o elenco da Chapecoense na madrugada desta terça-feira, nas proximidades de Medellín. Como haviam 81 pessoas à bordo, seriam 76 mortos.

“Estamos trabalhando também para resgatar os corpos dos mortos entregar às suas famílias. Conseguimos resgatar cinco pessoas com vida. Quando amanhecer, vamos retirar os corpos e iniciar o processo para enviar ao país de origem das pessoas”, disse Acevedo.

O prefeito de Medelín, Frederico Gutierrez, concedeu entrevista à Caracol logo depois de Acevedo e também falou em 76 mortos, reforçando os esforços para resgatar os corpos e transportá-los ao Brasil. Dos jogadores da Chapecoense, sobreviveram o lateral-esquerdo Alan Ruschel e os goleiros Danilo e Follmann. Outra sobrevivente seria uma tripulante.

21 profissionais da imprensa também estavam no voo. Confira aqui quem eram os profissionais.

Veja a lista dos jogadores que viajaram para a Colômbia

Jogadores
Goleiros: Danilo e Follmann;
Laterais: Gimenez, Dener, Alan Ruschel e Caramelo;
Zagueiros: Marcelo, Filipe Machado, Thiego e Neto;
Volantes: Josimar, Gil, Sérgio Manoel e Matheus Biteco;
Meias: Cleber Santana e Arthur Maia;
Atacantes: Kempes, Ananias, Lucas Gomes, Tiaguinho, Bruno Rangel e Canela.

Comissão técnica
Treinador – Caio Júnior
Auxiliar técnico – Duca
Preparador Físico – Anderson Paixão
Preparador de Goleiros – Boião
Fisiologista – Cezinha
Médico – Dr. Marcio
Fisioterapeuta – Rafael Gobbato
Analista de Desempenho – Pipe Grohs