Morre diretor financeiro do União Barbarense

Moro trabalhava no União desde 2002, sendo um dos funcionários mais antigos em atividade


Foto: Reprodução - Facebook
Moro sofreu uma infecção generalizada nos rins e no pulmão e estava internado desde o começo do mês em um hospital de Americana

Morreu na manhã desta sexta-feira, aos 66 anos, o diretor financeiro do União Barbarense, José Benedito Moro. Ele sofreu uma infecção generalizada nos rins e no pulmão e estava internado desde o começo do mês em um hospital de Americana, mas não resistiu. Moro deixa uma esposa e dois filhos. O presidente do Leão da 13, Jairo Araújo, decretou três dias de luto e cancelou a festa de Dia das Crianças programada para o clube social neste sábado, adiando o evento para o dia 21.

Moro trabalhava no União desde 2002, sendo um dos funcionários mais antigos em atividade. O corpo está sendo velado nesta sexta-feira no Cemitério da Saudade, em Americana. O sepultamento será no mesmo local, neste sábado, às 10 horas. Também neste ano, o Leão da 13 lamentou outra grande perda. Em agosto, faleceu o ex-jogador Manoel José de Campos, o Mané de Campos, autor do primeiro gol do União Barbarense desde que o clube se profissionalizou, em 1964. O falecimento ocorreu justamente um dia depois do histórico gol, marcado na derrota para o Alumínio, por 3 a 1, pela 3ª Divisão do Campeonato Paulista, ter completado 53 anos.

Notícias sobre a região, Brasil e o mundo em um clique. Receba nossa newsletter