México marca aos 46min e arranca empate com Portugal na Copa das Confederações

Portugal e México estrearam com empate em 2 a 2 na Copa das Confederações. As seleções jogaram na Kazan Arena…


Portugal e México estrearam com empate em 2 a 2 na Copa das Confederações. As seleções jogaram na Kazan Arena neste domingo, 18, pelo Grupo A do torneio disputado na Rússia. O time português vencia por 2 a 1 até os 46 minutos do segundo tempo de jogo, quando Héctor Moreno fez de cabeça após cobrança de escanteio. Depois de uma primeira etapa onde as duas equipes jogaram de forma ofensiva, o segundo tempo só esquentou nos últimos 10 minutos de jogo.

Grande astro desta Copa das Confederações, Cristiano Ronaldo se destacou apenas no primeiro tempo de jogo. O craque deu assistência para o gol de Quaresma e acertou um passe de calcanhar que por pouco não resultou no segundo gol da seleção portuguesa. Após uma cobrança de falta, ele ainda acertou o travessão numa pancada da entrada da área.

O resultado deixa a anfitriã Rússia na liderança isolada do grupo com três pontos, depois da vitória por 2 a 0 sobre a Nova Zelândia, no sábado. Na próxima quarta-feira, Rússia e Portugal jogam no Estádio do Spartak às 12h (de Brasília), enquanto México e Nova Zelândia duelam no Estádio Olímpico de Sochi, às 15h.

O JOGO – Antes da partida, as equipes fizeram um minuto de silêncio em homenagem às vítimas do incêndio florestal que provocou a morte de pelo menos 60 pessoas em Portugal na última madrugada. O time português jogou com braçadeiras pretas em sinal de luto pelas vítimas e, em nota antes do jogo, a Federação Portuguesa de Futebol informou que vai arrecadar recursos para ajudar o município de Pedrógão Grande, onde aconteceu o incêndio.

A equipe mexicana pressionou e dominou os primeiros dez minutos de jogo, dando poucas oportunidades de ataque aos portugueses. Em busca da posse de bola, o time europeu investiu nos passes curtos no meio-campo e deixou o jogo mais equilibrado.

Aos 20 do primeiro tempo, Cristiano Ronaldo acertou uma bomba no travessão, da entrada da área. Na sobra, Nani chutou cruzado, a bola desviou em Pepe, e balançou as redes. Porém, o gol foi anulado por impedimento anotado pelo árbitro de vídeo.

O gol anulado animou a seleção de Portugal, que passou a jogar de forma mais ofensiva. Criou oportunidades com André Gomes e William Carvalho. O time mexicano teve chance de marcar em cobrança de falta de Vela e em cabeçada de Hernández, o Chicharito.

Aos 34, Cristiano Ronaldo invadiu a área pela esquerda e achou Quaresma sozinho. O atacante driblou Ochoa e abriu o placar para os portugueses. Cinco minutos depois, o ídolo do Real Madrid repetiu a dose e mais uma vez deixou Quaresma na cara do gol com um belo toque de calcanhar, mas dessa vez a bola não entrou.

No final do primeiro tempo, Guerreiro furou e a bola sobrou para Vela, que levantou na pequena área para Chicharito cabecear sem chances para Rui Patrício e marcar para os mexicanos aos 41. O primeiro tempo terminou empatado em 1 a 1.

Nos primeiros vinte minutos do segundo tempo, as equipes não conseguiram criar grandes oportunidades e o jogo esfriou. Aos 24, Adrien Silva fez falta em Giovani dos Santos e levou o primeiro cartão amarelo da Copa das Confederações.

Aos 35, Quaresma mais uma vez recebeu de Cristiano Ronaldo fora da área e chutou nas mãos de Ochoa. No lance seguinte, o México teve oportunidade de virar com Giovanni dos Santos, que arrancou pela direita e chutou para fora.

Com a entrada de André Silva, o time português voltou à ficar mais ofensivo. Ochoa fez bela defesa na cabeçada de André Silva aos 39, mas não conseguiu evitar o gol de Cédric, aos 40 minutos do segundo tempo. O atacante bateu cruzado após passe de Gelson Martins. Depois do gol, mais uma vez o árbitro de vídeo analisou o lance. Desta vez, valeu.

FICHA TÉCNICA:

PORTUGAL 2 x 2 MÉXICO

PORTUGAL – Rui Patrício; Cédric Soares, Pepe, José Fonte e Raphael Guerreiro; William Carvalho, João Moutinho (Adrien Silva) e André Gomes; Luis Nani (Gelson Martins), Ricardo Quaresma (André Silva) e Cristiano Ronaldo. Técnico: Fernando Santos.

MÉXICO – Guillermo Ochoa; Carlos Salcedo (Nestor Araújo), Diego Reyes;, Héctor Moreno e Miguel Layún; Jonathan dos Santos, Héctor Herrera, Carlos Vela (Giovani dos Santos) e Andrés Guardado; Raúl Jiménez (Oribe Peralta) e Javier Hernández. Técnico: Juan Carlos Osório.

GOLS – Quaresma (Portugal), aos 34 minutos do primeiro tempo, e Chicharito (México), aos 41; Cédric (Portugal), aos 40, e Moreno (México), aos 46 minutos do segundo tempo.

CARTÃO AMARELOS – Adrien Silva e André Gomes (Portugal).

ÁRBITRO – Néstor Pitana (Fifa/Argentina).

RENDA – Não divulgada.

PÚBLICO – 34.372 pagantes.

LOCAL – Estádio Kazan Arena, em Kazan (Rússia).