Melhor do returno, Avaí só teme desgaste de seus jogadores contra o Atlético-MG

Com três vitórias e um empate, o Avaí somou 10 pontos, tem o melhor desempenho do segundo turno do Campeonato…


Com três vitórias e um empate, o Avaí somou 10 pontos, tem o melhor desempenho do segundo turno do Campeonato Brasileiro e deixou a incômoda zona de rebaixamento. Mas, com o elenco reduzido, o desgaste tem sido cada vez maior entre os jogadores. Assim, o zagueiro Betão e o experiente o meia Juan foram poupados dos últimos treinamentos, mas devem enfrentar o Atlético Mineiro neste domingo, às 11 horas, no estádio da Ressacada, em Florianópolis, pela 24.ª rodada da competição.

A sequência de cinco jogos sem perder tirou o time da vice-lanterna, mas também desgastou boa parte do elenco, que se dedicou ao máximo. A vitória por 1 a 0 contra o Sport no último domingo, no estádio da Ilha do Retiro, no Recife, levou o Avaí para os 28 pontos, dois a mais que o Vitória, primeiro time na zona de rebaixamento.

“Nós, desde o início, optamos por manter uma mesma base titular. Mas com a sequência de jogos é natural que os jogadores sintam o ritmo. Estamos tomando cuidado para não perder ninguém, porque vamos precisar de todos para nos manter na elite”, explicou o técnico Claudinei Oliveira.

Durante a semana, o meia Juan foi poupado dos trabalhos com bola, mas voltou aos treinos na última quinta-feira e aguarda o aval dos médicos para saber se estará à disposição. O zagueiro Alemão, que retorna de suspensão automática, também está liberado depois de uma cirurgia no dedo do pé e assume a vaga de Airton. “Vamos aguardar como estará o Juan no dia do jogo. Sem ele, entra o Willians”, antecipou o treinador.

Betão terminou o treino com dores no quadril e assustou, mas não deve ser problema para o jogo. “Temos que brigar por esse título do segundo turno. É importante para todos. Vai valorizar todos do grupo. Tenho isso como objetivo. Falam que é uma loucura, mas temos que manter isso. O time é capaz”, finalizou Claudinei Oliveira.

Maicon, ex-lateral-direito da seleção brasileira, passou todo o trabalho com a categoria de base e não deve mais ser aproveitado no elenco. Segundo a comissão técnica, ele está bem abaixo do ritmo dos titulares.

Notícias sobre a região, Brasil e o mundo em um clique. Receba nossa newsletter