Coritiba e Chapecoense iniciam caminhada rumo à semifinal da Copa Sul-Americana

Coritiba e Chapecoense são os representantes brasileiros ainda vivos na Copa Sul-Americana. O clube paranaense tem uma pedreira nas quartas…


Coritiba e Chapecoense são os representantes brasileiros ainda vivos na Copa Sul-Americana. O clube paranaense tem uma pedreira nas quartas de final, pois enfrenta o Atlético Nacional, favorito ao título e atual campeão da Copa Libertadores, enquanto que a equipe catarinense pega outro azarão: o Junior Barranquilla, da Colômbia.

Ambos os brasileiros vão entrar em campo às 21h45 (de Brasília) e tentam via Sul-Americana o caminho mais fácil para a Libertadores. Ainda sem se livrar do rebaixamento no Campeonato Brasileiro, o Coritiba aposta na força do estádio Couto Pereira, em Curitiba, para abrir uma vantagem do Atlético Nacional. A última vez que atuou em casa, porém, acabou derrotado pelo Belgrano por 2 a 1. A classificação veio na Argentina somente nas penalidades máximas.

O Atlético Nacional, por sua vez, superou a altitude boliviana ao eliminar o Bolívar, mas sem muita exuberância. Empatou, fora, por 1 a 1 e carimbou a vaga com um triunfo simples por 1 a 0, no estádio Atanasio Girardot, em Medellín.

A Chapecoense começa a definir vaga contra o Junior Barranquilla, no Estádio Metropolitano. O time de Chapecó (SC), que vem forte fora de casa, diferente dos anos anteriores pois era “invencível” como mandante, chegou às quartas de final ao passar pelo Independiente, da Argentina, nos pênaltis, após dois empates por 0 a 0.

A vaga do Junior Barranquilla veio de maneira semelhante. O time colombiano empatou os dois jogos com o Montevideo Wanderers, do Uruguai, por 0 a 0 e levou a melhor nos pênaltis. Essa vem sendo considerada a primeira prova de fogo do time colombiano na competição.