Com um a menos, Grêmio arranca empate com o Guaraní no Paraguai

Com time praticamente todo reserva, o Grêmio obteve um empate heroico com o Guaraní, por 1 a 1, na noite…


Com time praticamente todo reserva, o Grêmio obteve um empate heroico com o Guaraní, por 1 a 1, na noite desta quinta-feira, no estádio Defensores del Chaco, no Assunção, em rodada do Grupo 8 da Copa Libertadores. Jogado com um a menos durante quase todo o segundo tempo, a equipe gaúcha arrancou a igualdade, com belo gol de Pedro Rocha. E ainda quase conquistou a virada, nos minutos finais da partida.

Michel deixou Grêmio com um a menos desde os 14 minutos da segunda etapa, ao levar o segundo cartão amarelo. Na sequência, o Guaraní abriu o placar, forçando o técnico Renato Gaúcho a colocar alguns titulares em campo para buscar o empate.

O Grêmio jogou com time quase todo reserva nesta quinta porque Renato Gaúcho decidiu poupar titulares por causa da sequência desgastante da equipe nas últimas semanas. No domingo, o time tricolor vai enfrentar o Novo Hamburgo, fora de casa, pelo segundo jogo da semifinal. O Grêmio precisa vencer ou empatar por ao menos dois gols par chegar à decisão do Campeonato Gaúcho.

Pela Libertadores, o time de Renato Gaúcho sustentou a liderança do Grupo 8, com os mesmos sete pontos do Guarani. Segue na ponta porque tem maior saldo de gols. A terceira colocação pertence ao chileno Deportes Iquique, que goleou o venezuelano Zamora por 4 a 1, na quarta-feira, fora de casa.

O JOGO – Mesmo com uma equipe quase toda reserva, o Grêmio fez um duelo equilibrado com o Guaraní na etapa inicial. Os dois times fizeram um primeiro tempo muito movimentado, com dois pênaltis não marcados – um para cada lado – e um gol anulado, da equipe paraguaia. O Grêmio, contudo, exibiu ligeira superioridade, com as melhores chances de gol, principalmente com Barrios.

No entanto, o atacante que jogava em seu país protagonizou as maiores decepções no ataque gremista. Na mais clara das oportunidades, aos 39 minutos, ele recebeu cruzamento da esquerda e, dentro da pequena área, bateu para fora. Em outro lance, logo aos 5, bateu em cima de Aguilar quando estava cara a cara com o goleiro.

Além das chances perdidas, o Grêmio sofreu com os lances polêmicos. Na sequência desta jogada de Barrios, a bola acertou a mão de Rolón dentro da área. O árbitro mandou seguir. Os jogadores do Guarani também tiveram motivos para pedir pênalti na etapa inicial. Foi por conta da dividida de Thyere com Novick, que caiu na área. A arbitragem também ignorou o lance.

O time paraguaio reclamou ainda mais quando Novick acertou belo chute e balançou as redes, aos 36. O árbitro anulou o lance ao alegar um duvidoso impedimento. O Guarani lamentou ainda a grande performance do goleiro Marcelo Grohe na etapa inicial. Ele fez duas defesas decisivas quase em sequência, aos 29 e aos 31, evitando o gol dos anfitriões.

O segundo tempo no Defensores del Chaco começou com chuva nesta quinta, o que deixou as duas equipes mais cautelosas em campo. Menos o volante Michel, que levou o cartão amarelo por entrada violenta em Juan Aguilar. Seis minutos depois, o gremista se despedia da partida ao levar novo amarelo. O árbitro assinalou cotovelada do gremista, que deixou o braço no rosto do rival.

Com um a menos desde os 14 minutos, o Grêmio ficou mais vulnerável em campo. E a situação só piorou quando Palau cruzou na área e López, que acabara de entrar em campo, mandou para as redes, abrindo o placar.

Renato Gaúcho, então, resolveu arriscar. Reforçou seu ataque com Pedro Rocha e Everton, nas vagas de Lincoln e Barrios. E teve sucesso. Aos 33, Arthur levantou bonito na área e Pedro Rocha escorou de primeira para as redes: 1 a 1.

Depois de arrancar o empate, mesmo com 10 jogadores em campo, o Grêmio contou com a falta de pontaria dos paraguaios para assegurar o empate. Aos 35, Palau e Rolón desperdiçaram duas chances incríveis em sequência dentro da área.

E o time brasileiro ainda teve a oportunidade de virar o marcador, na sequência. Aos 39, o mesmo Pedro Rocha fez bela jogada individual e acertou a trave, no último bom lance ofensivo da partida.

FICHA TÉCNICA:

GUARANÍ-PAR 1 x 1 GRÊMIO

GUARANÍ-PAR – Alfredo Aguilar; Carlos Rolón, Nery Bareiro, Luis Cabral e Marcelo Báez; Luis De la Cruz (Bogarín), Juan Aguilar, Marcelo Palau e Hernán Novick (Rodrigo López); Néstor Camacho (Marín) e Epifanio García. Técnico: Daniel Garnero.

GRÊMIO – Marcelo Grohe; Edílson, Rafael Thyere, Bressan, Bruno Cortez; Michel, Arthur, Jaílson, Lincoln (Pedro Rocha); Fernandinho (Kaio) e Barrios (Everton). Técnico: Renato Gaúcho.

GOLS – López, aos 26, e Pedro Rocha, aos 33 minutos do segundo tempo.

CARTÕES AMARELOS – Bressan, Pedro Rocha, Marcelo Grohe.

CARTÃO VERMELHO – Michel.

ÁRBITRO – Wilmar Roldán (Fifa/Colômbia).

RENDA E PÚBLICO – Não disponíveis.

LOCAL – Estádio Defensores del Chaco, em Assunção (Paraguai).