Clubes estrangeiros se oferecem para ceder atletas e ajudar a Chapecoense

As lamentações expressadas pelos clubes de futebol do mundo inteiro nas primeiras horas após a tragédia com o avião da…


As lamentações expressadas pelos clubes de futebol do mundo inteiro nas primeiras horas após a tragédia com o avião da Chapecoense, na Colômbia, está se transformando, aos poucos, em ações práticas para ajudar o time de Chapecó (SC).

Antes mesmo de times brasileiros divulgarem comunicado em conjunto se colocando à disposição para emprestar jogadores à Chapecoense e sugerirem criar uma cláusula garantindo que o clube catarinense não cairá para a Série B nos próximos três anos, também o Racing, da Argentina, ofereceu atletas.

“O Racing se solidariza com as vítimas e para colaborar com algum jogador”, disse Victor Blanco, presidente do clube de Avellaneda. Na próxima partida, o Racing vai usar uma camisa com o logo da Chapecoense em preto e branco no centro da camisa.

O Libertad, do Paraguai, colocou seu elenco à disposição para qualquer amistoso de homenagem aos jogadores da Chapecoense. Em Portugal, o Benfica também se ofereceu para ajudar “esportivamente” o clube catarinense.