Clayton diz que idade atrapalhou no Atlético-MG e mira superação no Corinthians

O atacante Clayton chegou ao Corinthians em busca de reabilitação de uma carreira que parecia ser grandiosa, mas teve uma…


O atacante Clayton chegou ao Corinthians em busca de reabilitação de uma carreira que parecia ser grandiosa, mas teve uma queda em 2016, quando ele pouco fez com a camisa do Atlético-MG. Mostrando muita personalidade, o novo reforço corintiano admitiu que a inexperiência o atrapalhou no ano passado, mas garantiu que chegou o momento de ele mostrar que toda a expectativa sobre ele não era em vão.

“Complicado ser disputado por vários clubes aos 20 anos de idade, e era uma decisão que não dependia só de mim. Acho que a vida acontece do jeito que tem que acontecer. Deus sabe a história que escreve e hoje me sinto mais preparado do que há um ano. Esse é o ano certo de estar no Corinthians”, disse o jogador de 21 anos, que chega com contrato de empréstimo até o fim do ano.

Em 2015, quando ainda estava no Figueirense, Clayton recebeu diversas propostas, entre eles, de Palmeiras, Corinthians e do próprio Atlético-MG. Seu pai, Biro, recomendou que ele fosse para o time alvinegro paulista, mas o atacante decidiu ir para o clube de Belo Horizonte. Pouco mais de um ano depois, ele realiza o sonho do pai.

Liberal Motors – BC

“Ele ficou muito feliz. Ele tinha dado a opinião dele sobre a transferência, mas acabou não acontecendo. Agora, meu pai me ligou e quase chorou quando eu contei para ele. Espero poder corresponder às expectativas dele e fazer meu melhor aqui. Ele quer o sucesso do filho”, contou o atacante que chegou em troca do meia Marlone.

Clayton poderá estrear no fim de semana, quando se inicia as quartas de final do Paulista. Como estava treinando normalmente, ele assegura que está em condições físicas de jogar o quanto antes. “Me sinto preparado para este momento. Quando puder entrar no domingo, farei o meu melhor. Desde os 11 ou 12 anos, eu sou preparado para este momento. Espero responder a todas as expectativas”, completou.

O diretor de futebol do Corinthians, Flávio Adauto, comemorou a contratação. “Acredito que ele será importante e ficará conosco, no mínimo, até o dia 31 de dezembro. Talvez possa até continuar depois. É um rapaz de 21 anos e que faz parte de uma negociação de interesse mútuo. Os dois clubes e jogadores entraram em um acordo conveniente para as duas partes. Ele já foi cobiçado pelo Corinthians em 2015, mas por uma disputa de mercado, foi para o Atlético-MG. Nunca é tarde para estar entre nós. O elenco agora está se reestruturando e tendo um pouco de paz, então ele será bem vindo”, comentou o dirigente.