Brasil está entre os países que mais pediram ingressos para Copa do Mundo

Torcedores de dezenas de países pediram mais de meio milhão de ingressos para a Copa do Mundo de 2018, na…


Torcedores de dezenas de países pediram mais de meio milhão de ingressos para a Copa do Mundo de 2018, na Rússia, desde que as vendas começaram na quinta-feira. Nas primeiras 24 horas de venda, os países que lideraram os pedidos foram Rússia, México, Argentina, Brasil, China, Estados Unidos, Colômbia e Alemanha.

Somente para a final, que ocorre em 15 de julho, no estádio Luzhniki, em Moscou, foram pedidos 50 mil bilhetes. Para a abertura, no mesmo estádio, foram 40 mil solicitações, de acordo com a Fifa, em um balanço inicial das vendas de ingressos.

Os mais baratos custam US$ 105 (cerca de R$ 326), pela fase de grupos da competição. Os mais caros, para a final da Copa, custam US$ 1.100 (R$ 3.420).

O site da Fifa chegou a ficar bloqueado durante várias horas na quinta devido ao grande número de pedidos. De acordo com as regras, cada um pode solicitar, no máximo, quatro entradas para cada partida e não poderá assistir a mais de sete jogos.

As vendas serão divididas em três fases: a atual, que termina 12 de outubro; uma segunda, que começa depois do sorteio das seleções, em 1° de dezembro; e a última, que terá início em 18 de julho e acaba em 15 de julho.

A Copa do Mundo da Rússia será realizada de 14 de junho a 15 de julho. O evento ocorre em doze estádios e onze cidades, incluindo Moscou, São Petersburgo, Sochi e Kazan.

Notícias sobre a região, Brasil e o mundo em um clique. Receba nossa newsletter