Botafogo bate o Atlético Nacional, elimina atual campeão e avança na Libertadores

De modo sofrido, como vem acontecendo em sua campanha nesta Copa Libertadores, o Botafogo está classificado às oitavas de final…


De modo sofrido, como vem acontecendo em sua campanha nesta Copa Libertadores, o Botafogo está classificado às oitavas de final da competição continental. Nesta quinta-feira, o time carioca derrotou o Atlético Nacional, da Colômbia, por 1 a 0, no estádio do Engenhão, no Rio, com gol do atacante Rodrigo Pimpão, conseguiu a vaga no Grupo 1 com uma rodada de antecedência e eliminou o atual campeão ainda na fase de grupos.

Com 10 pontos, o Botafogo se igualou ao já classificado Barcelona, de Guayaquil, que também nesta quinta-feira foi derrotado no Equador pelo Estudiantes por 3 a 0. Mesmo com a vitória, o time argentino que conta com o veterano Verón em ótima forma física, é outro eliminado. Tem seis pontos, em terceiro, três a mais que o lanterna Atlético Nacional.

Na sexta e última rodada, na próxima quinta-feira, às 21h45 (de Brasília), a luta será pela primeira colocação da chave e pelo terceiro lugar, que dá vaga na segunda fase da Copa Sul-Americana. O Botafogo jogará em La Plata, na Argentina, contra o Estudiantes e o Barcelona-EQU jogará contra o Atlético Nacional, em Medellín.

Para ganhar de um campeão da Libertadores pela quinta vez – duas sobre o Atlético Nacional e uma sobre o Estudiantes, o Olimpia, do Paraguai, e o Colo-Colo, do Chile -, o Botafogo mostrou a garra e a paciência que faltaram na derrota em casa para o Barcelona-EQU, na rodada passada. Não deixou os melhores jogadores do time colombiano jogarem e foi ao ataque.

Logo aos dois minutos, o centroavante Roger mandou na trave de Armani e mostrou qual era a intenção do Botafogo. Ainda no primeiro tempo, bem disputado no meio de campo, teve um gol de Rodrigo Lindoso corretamente anulado por impedimento de Roger no início da jogada e sofreu alguns sustos em jogadas de bola aérea dos colombianos.

Na segunda etapa, com paciência, o gol saiu. Aos cinco minutos, Rodrigo Lindoso avançou pelo meio e fez um passe preciso na área para o xará Pimpão receber, virar o corpo e chutar cruzado e rasteiro no canto direito de Armani, que nada pôde fazer a não ser ver a bola entrar na meta.

A partir daí, o jogo ficou do jeito que o Botafogo queria. O Atlético Nacional foi todo ao ataque e os espaços para os contragolpes foram aparecendo. Faltou calma para Rodrigo Pimpão e para Guilherme em duas oportunidades na cara do goleiro, mas o time colombiano não teve forças para sequer empatar. Festa e classificação no Engenhão.

RIVER PLATE – Na partida que completou a quinta rodada do Grupo 3, River Plate assegurou a primeira colocação ao derrotar o Melgar por 3 a 2, nesta quinta-feira, no Peru. O time argentino chegou aos 13 pontos (tem a melhor campanha da fase de grupos em termos de aproveitamento) e não pode mais ser ultrapassado pelo Emelec, do Equador, que tem 7.

O time equatoriano luta com o Independiente Medellín, da Colômbia, a segunda vaga na chave. Os colombianos estão com seis pontos e na última rodada enfrentam o River Plate, em Buenos Aires. Em casa, o Emelec só precisa de uma vitória sobre o eliminado Melgar, três pontos, em Guayaquil.

FICHA TÉCNICA

BOTAFOGO 1 x 0 ATLÉTICO NACIONAL

BOTAFOGO – Gatito Fernández; Emerson Santos, Joel Carli, Igor Rabello e Victor Luís; Bruno Silva, Rodrigo Lindoso, João Paulo e Camilo (Dudu Cearense); Rodrigo Pimpão (Gilson) e Roger (Guilherme). Técnico: Jair Ventura.

ATLÉTICO NACIONAL – Armani; Bocanegra, Cuesta, Henríquez e Díaz; Arias, Aldo Ramírez (Ruiz) e Torres; Quinones (Nieto), Ibarguen e Moreno. Técnico: Reinaldo Rueda.

GOL – Rodrigo Pimpão, aos 5 minutos do segundo tempo.

CARTÕES AMARELOS – Rodrigo Pimpão (Botafogo); Henríquez (Atlético Nacional).

ÁRBITRO – Victor Carillo (Fifa/Peru).

RENDA – R$ 1.252.810,00.

PÚBLICO – 30.813 pagantes (33.317 no total).

LOCAL – Estádio do Engenhão, no Rio de Janeiro (RJ).

Notícias sobre a região, Brasil e o mundo em um clique. Receba nossa newsletter