Após chegada de Carpegiani, Bahia muda e mira ofensividade contra o Palmeiras

Depois da demissão do técnico Preto Casagrande, o Bahia aposta na chegada de Paulo César Carpegiani e na mudança de…


Depois da demissão do técnico Preto Casagrande, o Bahia aposta na chegada de Paulo César Carpegiani e na mudança de estilo para o duelo desta quinta-feira contra o Palmeiras, às 21 horas, no estádio do Pacaembu, em São Paulo, pela 27.ª rodada do Campeonato Brasileiro.

E o próprio treinador garante que promoverá uma grande mudança no estilo de jogo do Bahia. Com a equipe somando 31 pontos e brigando para se distanciar da zona de rebaixamento, Paulo César Carpegiani assegura que esquecerá o contra-ataque e vai apostar em um time ofensivo. Proposta que já será visível na partida contra o Palmeiras.

“Muitas vezes, por mais qualidade que o adversário tenha, ele nos impõe o ritmo e você pode ganhar no contra-ataque. Não gosto disso. Prefiro tentar impor o jogo”, antecipou o treinador. “Não gosto de ouvir aquele termo ‘jogar por uma bola’ ou ‘fechar a casinha’. Não sei fazer isso. Gosto de equipes que tentem se impor, que tentem jogar futebol, com as opções, com as alternativas e com as capacidades técnicas, sempre tentando ganhar o jogo. Essa é nossa proposta que vamos tentar fazer lá contra o Palmeiras”.

Mas, para o confronto, Paulo César Carpegiani não contará com o zagueiro Tiago e o volante Edson, suspensos, além do zagueiro Thiago Martins, do volante Matheus Sales e do meia argentino Allione, que pertencem ao Palmeiras e não podem atuar por questões contratuais. Recuperado de contusão, por sua vez, Renê Júnior deve atuar no meio de campo, enquanto que Rodrigão pode perder a vaga no ataque. Vinícius é um dos candidatos a substituí-lo.

Notícias sobre a região, Brasil e o mundo em um clique. Receba nossa newsletter