Varejão volta a lamentar saída do Cavaliers e festeja reencontro com Leandrinho

Ala/pivô acertou sua transferência para o Golden State Warriors, atual campeão da NBA e o melhor time desta temporada


Após 12 anos no Cleveland Cavaliers, Anderson Varejão está de casa nova. Após ser envolvido em troca com o Portland Trail Blazers e posteriormente dispensado, o ala/pivô brasileiro acertou sua transferência para o Golden State Warriors, mas admitiu que não pretendia deixar a equipe onde iniciou a sua trajetória na NBA.[\img]

“Não imaginava, mas aconteceu e eu tenho que entender. Não esperava que fosse acontecer, claro que fiquei triste, mas foi feito o que julgaram ser o melhor para o time. Prefiro pensar, como falei, que isso é parte do negócio, porque é mesmo. Aconteceu e o lado emocional não pode interferir”, disse Varejão através de comunicado divulgado pela sua assessoria de imprensa.

O brasileiro, de 33 anos, agradeceu o carinho demonstrado por LeBron James, que declarou anteriormente ter perdido um irmão com a sua saída do Cavaliers. “A nossa amizade vai continuar. É legal ouvir o que ouvi dele, que me considera um irmão, prezo muito por isso. Vivemos muitas coisas juntas e o respeito que temos um pelo outro é muito grande”, disse.

Varejão destacou que no Warriors terá a oportunidade de atuar ao lado de vários amigos do mundo do basquete, entre eles Leandrinho Barbosa, que também é seu companheiro na seleção brasileira. “Vai ser muito bom voltar a jogar ao lado dele, ter um brasileiro no mesmo time. Ele estava empolgado, ficou feliz e eu estou animado. Nos conhecemos há bastante tempo de Seleção Brasileira, vamos estar juntos e, com certeza, ele vai me ajudar muito nessa minha adaptação na Califórnia”, afirmou.

No Warriors, Varejão espera ficar mais tempo em quadra, o que não vinha acontecendo no Cavaliers, minimizando a preocupação do técnico Rubén Magnano com a falta de ritmo de alguns dos principais jogadores da seleção, já visando a disputa da Olimpíada.

“Achei normal, entendo a preocupação dele, porque está sempre pensando no melhor para a seleção brasileira. Ele sabe da importância de todos estarem saudáveis e jogando, de estarem bem em suas equipes”, comentou.

Agora no Warriors, Varejão poderá se encontrar com o Cavaliers em uma eventual final da NBA, ainda mais que os times lideram suas respectivas conferências na temporada regular. O brasileiro, porém, acredita ser cedo para pensar em um confronto tão importante.

“Não quero pensar nisso, pelo menos não agora. Agora sou jogador do Golden State, falta pouco mais de um mês e meio para o fim da temporada regular e o meu foco está em me adaptar e ajudar a equipe. Meu campeonato agora é no Oeste e quero dar um passo de cada vez. Claro que o objetivo chegar à final, quero lutar por um título e o Cleveland é uma equipe com enorme potencial, uma das fortes candidatas, mas não estou pensando nisso agora”, disse Varejão.

rhoads pharmacy coupons go photo prints walgreens