Celtics confirma troca e 76ers terá primeira escolha no Draft da NBA

O Boston Celtics e o Philadelphia 76ers acertaram nesta segunda-feira uma troca que promete agitar o Draft deste ano na…


O Boston Celtics e o Philadelphia 76ers acertaram nesta segunda-feira uma troca que promete agitar o Draft deste ano na NBA. Na cerimônia que será realizada na quinta, em Nova York, será o 76ers que realizará a primeira escolha, que pertencia justamente ao Celtics.

As equipes confirmaram que o Celtics aceitou trocar a primeira escolha deste Draft em troca da terceira posição da mesma cerimônia, que pertencia ao 76ers, e uma futura escolha de primeira rodada.

O Celtics ficará com uma escolha de primeira rodada em 2018 que era do Los Angeles Lakers, enviada ao 76ers, se a posição dela for a segunda, terceira, quarta ou quinta do ano que vem. Caso contrário, o time de Boston herdará uma das duas escolhas de primeira rodada que o rival de Filadélfia possui para 2019, a mais vantajosa, desde que não seja a primeira escolha do Draft.

Com a troca para este ano, o 76ers salta duas posições em um Draft que, de acordo com os especialistas norte-americanos, tem dois grandes valores. E o time de Filadélfia deve selecionar o armador Markelle Fultz, de 19 anos, que se destacou durante o ano que passou na Universidade de Washington. Com a negociação praticamente definida, ele já realizou um treino para ser observado pela comissão técnica do 76ers.

“Nós estamos muito satisfeitos com o resultado desta troca, que nos coloca na confortável posição de ter a primeira escolha em anos seguidos do Draft”, declarou o presidente de operações do 76ers, Bryan Colangelo. “A história mostra que primeiras escolhas são a melhor oportunidade de produzir franquias talentosas e estamos confiantes de que o Draft deste ano tem este potencial.”

Depois de anos seguidos de insucessos, provocados pela própria franquia para ter boas posições no Draft, o 76ers finalmente parece pronto para começar a brilhar. Além da provável adição de Fultz ao elenco, o time conta com jovens valores, como Joel Embiid, Dario Saric e Jahlil Okafor, além de Ben Simmons, aguardada primeira escolha do ano passado que ainda nem estreou, devido a uma lesão.

Para o Celtics, porém, a troca significou mais escolhas de primeira rodada a um elenco que já foi o melhor do Leste na temporada regular e que não precisava de um novo armador, já que Isaiah Thomas, principal jogador da equipe, ocupa esta função. Por isso, a franquia entendeu que o resultado da negociação também foi benéfico para ela.

“Estamos empolgados por sermos capazes de escolher o que esperamos que seja um jogador de impacto com a terceira escolha do Draft tão talentoso deste ano, enquanto também adicionaremos um atleta valoroso para o futuro, buscando nosso 18.º título”, disse o presidente de operações de basquete do Celtics, Danny Ainge.

Notícias sobre a região, Brasil e o mundo em um clique. Receba nossa newsletter