‘Pinocchio’ sobe ao palco durante mostra ‘Na Lona’

Espetáculo da Companhia Arte-Móvel, de Santa Bárbara d’Oeste, pode ser visto em sessões gratuitas neste domingo


A Companhia Arte-Móvel, de Santa Bárbara d’Oeste, participa neste domingo (4) da Mostra Nacional de Teatro de Hortolândia, a “Na Lona”. O grupo apresenta o espetáculo infantil “Pinocchio – Olhos de Madeira”, que é baseado no clássico do menino de madeira criado por Carlo Collodi. A montagem pode ser vista no Centro Cultural Casa de Joana, nas sessões das 10h e 16h, com entrada gratuita.

“Pinocchio”, a história já conhecida do público, é revisitada pela companhia, que insere elementos como ilusionismo e magia, convidando o espectador a refletir sobre a infância.

“Viver arte é um desafio grande, porém é dela que alimentamos a alma. Poder realizar atividades como estas e colaborar com iniciativas como a mostra ‘Na Lona’ muito nos honram, pois são de atitudes assim que se constrói uma sociedade pulsante”, cita a atriz e produtora Lays Ramires, fundadora da Arte-Móvel junto a Otávio Delaneza.

Foto: Carlos Petrini / Divulgação
Cia Arte-Móvel insere ilusionismo e magia, convidando a refletir sobre a infância

A programação completa da “Na Lona” é composta por 14 espetáculos. Integram o evento companhias teatrais de São Paulo, capital e interior, e dos estados de Santa Catarina, Paraná e Rio de Janeiro.
A mostra foi iniciada na última quinta-feira e segue em diversos pontos de Hortolândia, sendo a maior parte da programação concentrada no Centro Cultural Casa de Joana, até o dia 11 de dezembro. Informações sobre a “Na Lona” podem ser acessadas no site www.nalona.com.br.

RESULTADOS
Além de ter sido selecionado para a mostra de Hortolândia, a companhia celebra os resultados obtidos com o projeto Águar Histórias, no qual fez 20 apresentações do espetáculo “Os Fabulantes”, entre outubro e novembro, para mais de seis mil crianças da região, sendo todas as sessões gratuitas. “Realizar este circuito, levando a arte da Cia Arte-Móvel de forma gratuita, é o resultado de um desejo exímio de contribuir com a cultura e o desenvolvimento do ser humano”, conclui Delaneza.

Notícias sobre a região, Brasil e o mundo em um clique. Receba nossa newsletter