Quadro com crítica à pedofilia é apreendido em Campo Grande

Um quadro que estava em exposição no Marco (Museu de Arte Contemporânea) foi apreendido pela Polícia Civil de Campo Grande…


Um quadro que estava em exposição no Marco (Museu de Arte Contemporânea) foi apreendido pela Polícia Civil de Campo Grande nesta quinta, 14. A apreensão foi realizada devido à pressão de deputados estaduais de Mato Grosso do Sul, que registraram um boletim de ocorrência.

A tela se chama Pedofilia e foi pintada por Alessandra Cunha, artista cuja mostra tinha 31 trabalhos. A obra sugere uma menina cercada por duas figuras masculinas nuas. A exposição era recomendada para maiores de 18 anos, como informava um cartaz.

A apreensão ocorreu apenas quatro dias após a polêmica do cancelamento da exposição Queermuseu no Santander Cultural, em Porto Alegre. O Fórum Municipal de Cultura de Campo Grande demonstrou repúdio à apreensão em nota.

O quadro, que segundo os deputados, agride a “família, moral e bons costumes”, passará por uma perícia na Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente.

Notícias sobre a região, Brasil e o mundo em um clique. Receba nossa newsletter