Sol forte castiga quem chegou cedo para o primeiro dia

Quem deixou para o último minuto a retirada de pulseiras do Rock in Rio, que servem de ingresso, está enfrentando…


Quem deixou para o último minuto a retirada de pulseiras do Rock in Rio, que servem de ingresso, está enfrentando fila sob sol bem forte. O atendimento é feito perto da entrada do festival.

O público que já entrou se protege com chapéus e busca as poucas áreas de sombra disponíveis. A produção informou que liberou as pessoas para trazer filtro solar, que vinha sendo barrado por seguranças quando da abertura dos portões, às 14h15.

Na revista à entrada, houve surpresa com a proibição de embalagens de filtro solar, um item de primeira necessidade na Cidade do Rock. O festival veta qualquer cosmético com tampa, como desodorante e perfume. Mas a vice-presidente do Rock in Rio, Roberta Medina, explicou que não existe esse veto, e que a protetor é permitido.

A previsão da meteorologia era de que a temperatura de fim de inverno carioca chegaria a 37 graus. Há fila longa nos bebedouros disponíveis. Muita gente trouxe garrafas sem tampa para encher e não precisar gastar comprando bebidas nas lanchonetes – com tampa é proibido.

A retirada da pulseira-ingresso está transcorrendo bem, apesar das reclamações por causa do calor.

O procedimento podia ter sido feito em julho e agosto e até a quinta-feira na estação Carioca do metrô do Rio. Os retardatários e o público que vem de outras cidades e Estados deixaram a retirada para esta sexta, na bilheteria do festival.

O atendimento vai das 10 horas às 22 horas até domingo. Nos dias 18, 19 e 20, a bilheteria abre às 10 horas e fecha às 19 horas.

Notícias sobre a região, Brasil e o mundo em um clique. Receba nossa newsletter