Luna Maria investe em nova fase da carreira

Cantora barbarense que ganhou fama nacional no The Voice Kids toca neste sábado no 'Banquinho e Violão' na rádio VOCÊ, a partir das 11h


Sucesso no programa “The Voice Kids”, a jovem cantora barbarense Luna Maria, de 15 anos, participa neste sábado do programa “Banquinho e Violão”, na rádio Você (AM 580), a partir das 11h. A artista está em uma nova fase na carreira, consolidando sua trajetória para a fase adulta. A voz em tom grave, contudo, continua sendo a marca registrada da cantora.

Em agosto deste ano, Luna lançou a música “O Que Eu Vou Fazer Sem Você”, um soul com composição de Paulo Zdan e Marcos Neto, já disponível no Youtube.

Foto: Marcelo Rocha / O Liberal
Luna Maria se apresenta no Banquinho e Violão deste sábado, a partir das 11h

A jovem já havia interpretado uma canção de Zdan, a música que ela cantou no “The Voice Kids”, chamada “Coleção”, é de autoria dele e foi interpretada foi Ivete Sangalo, uma das juradas do programa. Após a performance da artista, surgiu o convite para a parceria atual. “Aceitei ‘de pronto’, pois ele para mim é um dos maiores compositores do Brasil”, lembrou Luna ao LIBERAL.

Atualmente, a cantora está se preparando para gravar uma versão em italiano de “O Que Eu Vou Fazer Sem Você”, e contou que cantar em um outro idioma está sendo um grande desafio. A ideia partiu do próprio Zdan, e Luna está fazendo aulas para se familiarizar com a língua.

Foto: Marcelo Rocha / O Liberal
Mesmo com as dificuldades, ela afirma que a música é a sua prioridade e que não se imagina fazendo outra coisa

“Tenho interesse em cantar mais músicas em outros idiomas, estou me preparando para isso e estudando. Ainda não gravamos em estúdio, estou na fase final de ensaio. Não é tão fácil cantar em italiano, mas estou com ótimas professoras”, elogiou.

O “salto” para a fase mais madura de sua carreira está ligado também ao projeto “Luna Circuito de Luz”, com a realização de sete shows, passando por Americana e encerramento em Santa Bárbara d’Oeste.

O trabalho está sendo financiado através do Proac (Programa de Ação Cultural do Estado de São Paulo), programa do governo estadual que prevê benefícios fiscais às empresas que patrocinarem produções culturais. Luna contou que conseguiu bons contatos e fechou alguns aportes, mas ainda não o suficiente para concluir o projeto.

“Não penso em desistir pelas dificuldades, pois é uma carreira que exige muita paciência e dedicação, e não me imagino fazendo outra coisa na vida. A música ainda é meu ‘plano A’”, conclui a artista.

Notícias sobre a região, Brasil e o mundo em um clique. Receba nossa newsletter