Após sucesso mundial, game ‘Assassin’s Creed’ ganha versão no cinema

Série com mais de 100 milhões de cópias vendidas foi adaptada às telas sob direção de Justin Kurzel, e mistura tecnologia futurista com o século 15


A série de games “Assassin’s Creed”, da empresa Ubisoft, foi lançada em 2007 e tornou-se um sucesso mundial, com oito continuações, e mais de 100 milhões de cópias vendidas. A série, que mistura ação com a história, começa remetendo ao período das Cruzadas, onde Assassinos e Templários guerrearam por séculos, seguindo pela Renascença Italiana, a fundação da América, a Era de Ouro dos piratas do Caribe e a Revolução Francesa. Em todos os jogos, estão incluídos os conflitos entre Assassinos e Templários, no qual a suspeita empresa de biotecnologia Indústrias Abstergo serve de fachada para os Templários, prende Assassinos e usa um dispositivo chamado “Animus” para pôr em prática suas memórias genéticas e descobrir os segredos de seus ancestrais.

Foto: Fox Film
O personagem Cal Lynch, de Michael Fassbender, acaba sendo preso e condenado à morte, até ganhar uma inesperada segunda chance da misteriosa Indústrias Abstergo

Agora, esta história chega às telas brasileiras com o filme homônimo, sob direção de Justin Kurzel (“Os Crimes de Snowtown”, “Macbeth”). A pré-estreia ocorre hoje no País, sendo que, na região, somente duas salas do Cinemark Iguatemi, em Campinas, realizarão as exibições à meia-noite.

No cinema, o personagem Cal Lynch, interpretado por Michael Fassbender, acaba sendo preso e condenado à morte, até ganhar uma inesperada segunda chance da misteriosa Indústrias Abstergo. A tecnologia “Animus” é capaz de resgatar as memórias genéticas contidas em seu DNA e leva Cal até a Espanha no século 15. Lá, ele vive as experiências de seu parente distante, Aguilar de Nerha, membro de uma sociedade secreta conhecida como os Assassinos, que luta para proteger o livre arbítrio da Ordem dos Templários. Transformado pelo passado, Cal começa a adquirir o conhecimento e técnicas físicas suficientes para derrubar a organização templária opressora nos dias de hoje.

Foto: Fox Film
“Animus” é capaz de resgatar as memórias genéticas contidas em seu DNA e leva Cal até a Espanha no século 15. Lá, ele vive as experiências de seu parente distante, Aguilar de Nerha

“Quando me encontrei com o pessoal da Ubisoft e eles começaram a explicar todo esse mundo e a ideia da memória em DNA, achei que aquilo era uma teoria científica muito viável. Pensei na possibilidade de transformar aquilo tudo em filme. Tratamos o projeto como um longa-metragem, não como um videogame”, lembra Fassbender na divulgação do filme. O papel duplo do ator, que interpreta Cal e Aguilar, foi criado especialmente para o longa-metragem. “Ele não tem uma linhagem da qual se sinta parte. Ele é meio como um espírito perdido. Está sempre entrando e saindo de instituições correcionais. Em comparação, Aguilar é alguém que realmente faz parte do ‘Creed’ (Credo). Ele tem uma causa e segue essa causa”, observa o artista sobre o personagem.

O elenco ainda conta com a atriz francesa vencedora do Oscar Marion Cotillard. Ela interpreta Sofia Rikkin, cientista da Abstergo que apresenta Cal ao Animus. Ela tem uma pesquisa que visa encontrar a cura da violência. “Ela acha que trabalha por uma causa nobre. Ela é muito apaixonada pela causa, mas seu aspecto humano é interessante. ‘Abstergo’ significa ‘purificado’ em Latim, e Sofia está tentando melhorar a raça humana e descobrir o que causa a violência em seres humanos. Ela está realmente tentando encontrar a cura. Ela é fascinada por seres humanos além da ciência. Ela acredita de verdade que vai ajudar as pessoas”, observa a atriz.