VJ André Ortega morre aos 34 em Fortaleza

Causas da morte do VJ, que participou do clipe “Will I See You”, da cantora Anitta, estão sendo investigadas


O VJ americanense André Ortega morreu na última quinta-feira, em Fortaleza, após uma série de shows. De acordo com informações, ele tinha diabetes. As causas da morte, no entanto, ainda estão sendo apuradas. Ortega era conhecido dentro do cenário musical independente brasileiro e recentemente participou do clipe da música “Will I See You”, da cantora Anitta.

Ortega fazia parte da boate Club 88, de Campinas, e se apresentava com frequência ao lado de Lukas Ruiz Hespanhol, mais conhecido como Vintage Culture, DJ e produtor brasileiro de música eletrônica do gênero house music. A morte do VJ, aliás, ocorreu após uma apresentação de Vintage Culture.

Foto: Divulgação
André Ortega era diabético e estava no auge de sua carreira

“É com extrema tristeza que informamos o falecimento do nosso querido VJ Ortega. Após o show desta quarta-feira em Fortaleza, Ortega preferiu não retornar na manhã de quinta com toda a equipe de volta para São Paulo. Em circunstâncias ainda sob esclarecimento, durante a tarde, passou mal e veio a falecer”, escreveu Vintage Culture, em seu perfil no Facebook.

“Ortega era um ser humano extraordinário, pessoal e profissionalmente, um grande amigo de todos ao seu redor e um membro de áurea insubstituível nesta equipe que aprendemos a chamar de família. Estamos arrasados e em luto, nos amparando uns aos outros e junto à família do mesmo. Ortega era uma festa e é essa imagem que guardaremos dentro de nós”, ressaltou o DJ.

A organização da Club 88 também soltou uma nota de pesar. “Desde o nosso início, tivemos uma pessoa que deu vida pra nossa pista, que implantou, mapeou e que sempre esteve de sorriso aberto, que cativava um a um, durante e fora do seu trabalho. Ortega não é uma simples pessoa, é uma luz que contribuiu em cada núcleo, em cada turma, em cada cidade que atuava. Nos despedimos de um ser incrível com a certeza que a sua trajetória foi única e maravilhosa”.

Como VJ, Ortega buscava a interação entre música, público e espaço, através de vídeos manipulados ao vivo. Suas apresentações sempre continham imagens sincronizadas, ilustrando a música, intervindo no espaço com muito dinamismo e fortes variações de cores e grafismos geométricos.

Notícias sobre a região, Brasil e o mundo em um clique. Receba nossa newsletter