CEI da Odebrecht convoca delator de Cristina Carrara

Comissão que investiga contrato da Odebrecht com a Prefeitura de Sumaré aprovou a convocação do ex-executivo da empresa Guilherme Pamplona Paschoal


A CEI (Comissão Especial de Inquérito) aberta na Câmara de Sumaré para investigar o contrato entre a prefeitura e a empresa Odebrecht Ambiental aprovou nesta quinta-feira (20) a convocação do ex-executivo da empresa Guilherme Pamplona Paschoal para prestar depoimento sobre possível fraude à licitação no contrato de concessão de saneamento do município. A oitiva está marcada para o dia 3 de maio, às 10h, no Plenário da Câmara.

Foto: Divulgação
CEI da Odebrecht em Sumaré aprovou a convocação de delator de Cristina Carrara

Em depoimento de delação premiada prestado em dezembro do ano passado à Procuradoria da República, Paschoal disse que pagou R$ 600 mil em propina para a então candidata pelo PSDB, Cristina Carrara, meses antes das eleições municipais de 2012, vencidas por ela. De acordo com o depoimento, o objetivo era obter vantagem durante o processo de concessão do DAE (Departamento de Água e Esgotos).

Também durante a reunião da CEI desta terça, foi ouvida a ex-coordenadora do Procon de Sumaré, Andréa Uchôa, que relatou que, diante do grande número de reclamações em relação à prestação de serviço da Odebrecht, recebeu orientação do ex-secretário de Controle Interno e Transparência de Sumaré, João Moreira, para não registrar denúncias antes que o jurídico da prefeitura fosse consultado, já que a concessão havia sido feita pelo governo.

Ela disse também, que diante da falta de resposta dele, acabou passando por cima da ordem e registrando as reclamações, que nunca foram devidamente apuradas diante da falta de estrutura do Procon que, segundo ela, não era resolvida pela prefeitura por falta de interesse.

Diante das acusações, Moreira e o ex-superintendente da pasta, Luiz Calos Piazentin, foram convocados para prestar depoimentos na próxima sexta-feira (28), a partir das 10 horas.

Notícias sobre a região, Brasil e o mundo em um clique. Receba nossa newsletter