Zera Fila realiza testes em Santa Bárbara

Parceria firmada entre prefeitura e ONG deverá atender oito mil pessoas; após teste, espaço deve começar a funcionar na próxima terça


A aposta do prefeito Denis Andia (PV) para zerar a fila de exames e pequenas cirurgias em Santa Bárbara d’Oeste fez a sua “pré-estreia” nesta quarta-feira. A tenda instalada ao lado do Terminal Urbano foi batizada justamente de Zera Fila e abriu em regime especial de atendimento exclusivo para pacientes que aguardam por cirurgias vasculares. Mesmo em teste e sem estar com a estrutura totalmente concluída, mais de 30 pacientes foram atendidos e agendaram o procedimento.

O LIBERAL apurou que no próximo dia 12 o espaço deve estar funcionando plenamente para todas as especialidades, como ortopedia. O Executivo, no entanto, ainda não confirmou oficialmente a data da inauguração.

Aguardando há três anos para operar varizes nas pernas, a auxiliar de limpeza Mirele de Oliveira, de 39 anos, disse que recebeu com surpresa a ligação de uma agente de saúde municipal. “Eu estava ansiosa e sem saber porquê não havia feito minha cirurgia ainda.

Foto: Marcelo Rocha / O Liberal
Mais de 30 pacientes foram atendidos e agendaram procedimento nesta quarta-feira, em SB

Na sexta-feira me ligaram avisando dessa consulta e eu quase não acreditei”, pontuou. A vizinha dela também foi convocada para atendimento semelhante. “Eu fiquei feliz, já que nos falaram que várias pessoas vão ser atendidas aqui. Está precisando”, pontuou.

A expectativa do Executivo é realizar cerca de oito mil exames e pequenas cirurgias de diversas especialidades até o fim deste ano. O contrato feito em parceria com a ONG Cies Global (Centro de Integração de Educação e Saúde) cobrirá R$ 1,2 milhão em procedimentos calculados através da Tabela SUS (Sistema Único de Saúde).

Em nota, a prefeitura informou que o “fluxo de pacientes desta quarta-feira servirá de parâmetro para a implantação definitiva de toda a estrutura, já visando os próximos procedimentos a serem realizados no espaço”. Ao todo, três salas de atendimento estavam disponíveis e deverão ser ampliadas nos próximos dias.

Por telefone a assessoria de imprensa do Cies informou que os atendimentos serão feitos por médicos, enfermeiros e funcionários da própria ONG, sendo que o objetivo é auxiliar a demanda de pacientes pelo SUS.

Além de Santa Bárbara d’Oeste, receberam a tenda de unidade intensiva a capital paulista, São José dos Campos, entre outros municípios. Ao todo mais de 1,7 milhão de exames já foram feitos desde a fundação, em 2008.

Notícias sobre a região, Brasil e o mundo em um clique. Receba nossa newsletter