Homens acusam mulheres de agressão em Santa Bárbara

Casos distintos levaram dois homens a procurarem o Plantão Policial após serem vítimas de supostas agressões e ameaças provocadas pelas companheiras


Dois casos distintos levaram dois homens a procurarem o Plantão Policial de Santa Bárbara d’Oeste após serem vítimas de supostas agressões e ameaças. A semelhança entre as duas situações é que a violência teria sido cometida pelas mulheres de ambos.

Uma das ocorrências aconteceu na madrugada de domingo (18), na Rua Espanha, no Jardim Europa. Um técnico em eletrônica de 40 anos relatou à Polícia Civil que o casal acompanhado do filho dele, de 15 anos, voltavam de uma festa quando, sem motivo aparente, sua mulher, uma costureira de 34 anos, teve um surto dentro do veículo da família e o agrediu com um soco no rosto.

Foto: André Thieful/O Liberal
Ocorrências foram registradas na delegacia do município e serão investigadas pelo 2º Distrito Policial

A costureira, de acordo com o técnico, teria ainda pisado no acelerador e quase provocou um acidente. Ele disse ter estacionado o carro e todos desceram. A mulher teria voltado a agredi-lo e também atingido o filho dele com um soco no peito.

Pai e filho se dirigiram à base da Polícia Militar e depois seguiram ao Hospital Afonso Ramos, onde passaram por atendimento médico. Por conta das supostas agressões, o adolescente teve luxação em um dos dedos da mão direita.

Ambos disseram que a costureira também os ameaçou dizendo que “iria mandar uns amigos bandidos darem um jeito neles”. O técnico em eletrônica registrou um boletim de ocorrência por lesão corporal e manifestou desejo de representar judicialmente contra a companheira por conta das agressões direcionadas ao filho dele. Também solicitou medidas protetivas. O caso seria encaminhado para investigação no 2º DP (Distrito Policial).

A mesma delegacia deve investigar uma suposta agressão contra um aposentado de 60 anos, na madrugada deste domingo. O homem afirmou ter sido agredido pela mulher de 46 anos quando tentou impedi-la de sair de casa, no bairro Cidade Nova, por volta das 4h30.

O aposentado disse que eles discutiram e a mulher falou que iria denunciá-lo à Polícia, como já fez em ocasiões anteriores, acusando-o de “coisas” que ele não fez. O homem disse ainda que ao tentar impedi-la de sair de casa, a mulher passou a agredi-lo com chutes nas pernas, o empurrou contra a parede, pegou uma faca e o ameaçou de morte.

O aposentado registrou um boletim de ocorrência por lesão corporal e foi orientado quanto ao prazo de seis meses caso resolva representar judicialmente contra a mulher.