Engenheira registra BO após ex-marido não devolver cão

Ex-casal tem guarda compartilhada do animal, um Shih-tzu com o nome de Thor; cachorro deveria ter sido entregue à dona no domingo


Foto: João Carlos Nascimento/O Liberal
Caso foi registrado na delegacia de Santa Bárbara d’Oeste

Uma engenheira de 28 anos procurou a delegacia de Santa Bárbara d’Oeste, nesta terça-feira (2), depois que o ex-marido dela, também de 28 anos, não devolveu o cachorro no dia e horário acordados pela Justiça. O ex-casal tem a guarda compartilhada do animal, um cão da raça Shih-tzu, com o nome de Thor.

De acordo com a engenheira, o ex-marido dela tem direito de pegar o cachorro a cada 15 dias, sempre às sextas-feiras, 18 horas. O animal tem que ser devolvido no domingo, também 18 horas. O homem teria pego o cão no dia 29 de dezembro do ano passado e até esta quarta-feira não havia devolvido.

Segundo a engenheira, o ex-marido alegou que o cachorro está em tratamento e por isso não tinha como devolvê-lo. No boletim de ocorrência, ela afirma que ligou na clínica veterinária nos dias 31 de dezembro e 1º de janeiro e ninguém atendeu.

A ação de guarda compartilhada foi movida pelo ex-marido da engenheira, que alegou ter se afeiçoado ao animal quando ainda eram um casal. A audiência foi realizada no dia 26 de setembro de 2017. Desde então, o cão pode ser pego a cada 15 dias. O LIBERAL tentou falar com a dona do animal, mas ela não quis se manifestar.

Notícias sobre a região, Brasil e o mundo em um clique. Receba nossa newsletter