Dupla tenta dar golpe, vítima desconfia e alerta a polícia

Suspeitos foram apresentados no 2º DP de Santa Bárbara e, apesar de terem passagens na polícia, acabaram sendo liberados


Foto: Marcelo Rocha / O Liberal
Suspeitos tentaram aplicar o golpe do bilhete premiado

Dois homens foram detidos na manhã desta terça-feira, em Santa Bárbara d’Oeste, suspeitos de tentarem aplicar o golpe do bilhete premiado. Eles foram denunciados por um morador que foi alvo da dupla, mas percebeu a tempo que se tratava de um crime e comunicou à Polícia Militar.

Quando encontrados, os golpistas estavam prestes a fazer uma nova vítima. Eles já haviam abordado um idoso de 60 anos e pedido ajuda para sacar um suposto prêmio com a promessa de dar R$ 100 mil como recompensa.

“Um rapaz chegou, sozinho, com um papel pedindo informações sobre um endereço. Disse que não conhecia aquele lugar. Nisso, chegou outro rapaz, dizendo que estava com um bilhete premiado. Ele pediu nossa ajuda para tirar o prêmio porque estava sem os documentos, teria perdido em um incêndio”, relatou o encanador industrial J.I.S. Ele foi abordado pela dupla no Jardim Europa, quando saía de uma loja de materiais de construção.

Segundo o idoso, o suposto ganhador da loteria ofereceu R$ 100 mil para ele e para o outro rapaz (também golpista) o ajudarem a sacar o prêmio, que de acordo com o suspeito, eram milhões. “Disse que teria que passar em casa para pegar o cartão e a senha do banco. Ele falou que não teria problema. Entrei no carro junto com o outro rapaz. Não demorou muito, a polícia apareceu e mandou encostar o automóvel”, afirmou o encanador.

A dupla e a vítima estavam em um Gol prata, com placas de Minas Gerais. Os suspeitos foram denunciados por uma pessoa abordada momentos antes por eles, mas que não caiu no golpe. Esse morador anotou as características dos rapazes bem como a placa do veículo e avisou policiais militares da 2ª Companhia de Santa Bárbara.

Foto: Marcelo Rocha / O Liberal
Veículo utilizado pelos estelionatários foi abordado pela Polícia Militar

“Já tinha ouvido falar desse golpe, mas na hora, acho que voei no mundo e fiquei naquela ganância de receber R$ 100 mil. Sorte que a polícia chegou, senão iam sacar meu dinheiro”, disse a vítima. A dupla foi apresentada no 2º DP (Distrito Policial) e liberada pelo delegado José Donizeti de Melo após registro da ocorrência como averiguação de estelionato.

Revista L – BC.1
Liberal Motors – BC

Um dos suspeitos, P.S., de 59 anos, tem três passagens por furto, uma por roubo e oito por estelionato. Já o outro, E.C.S., de 34 anos, tem duas por estelionato.

“A melhor prevenção para esse tipo de crime é a desconfiança. Quando alguém chegar e ofertar um milagre que até o santo desconfia, tem que desconfiar”, afirmou o major Rogério Takiuchi, do 19º BPM/I (Batalhão da Polícia Militar do Interior). Segundo ele, idosos são o público-alvo dos golpistas. “Eles buscam grupos vulneráveis, que têm uma certa carência. Às vezes são pessoas que querem atenção e os golpistas se aproveitam disso para aplicar o golpe”.