Tarifa de ônibus em Campinas vai custar até R$ 4,70

Reajuste foi anunciado nesta quinta-feira pela Emdec; passagem com bilhete único vai custar R$ 4,30 a partir do dia 6 de janeiro


A tarifa do transporte público coletivo em Campinas, para pagamento com o Bilhete Único Comum, passa a custar R$ 4,30, a partir de 6 de janeiro de 2018. A informação foi divulgada nesta quinta-feira (28) pela Emdec (Empresa Municipal de Desenvolvimento de Campinas).

O reajuste é de R$ 0,10 sobre o valor atualmente praticado, de R$ 4,20. O Bilhete Único Comum tem desconto de R$ 0,40 em relação ao pagamento feito em dinheiro, bilhete QR Code ou Vale Transporte (VT), que terão o valor reajustado para R$ 4,70.

O órgão explicou que a reposição do valor da tarifa para o Bilhete Único Comum, da ordem de 2,38%, está abaixo dos índices inflacionários medidos no período de um ano.

Foto: Divulgação_Emdec
Transporte em Campinas passará a ter passagem mais cara a partir de janeiro

O valor da tarifa para o Bilhete Único Comum continua como referência para o Bilhete Único Escolar e o Bilhete Único Universitário.

A passagem com o uso do Bilhete Único Escolar fica R$ 1,72 (60% de desconto); e com o Bilhete Único Universitário, R$ 2,15 (50% de desconto). A integração com o Bilhete Único está mantida em 2h. A partir do embarque no terceiro ônibus será cobrado o valor de R$ 0,40.

Para 2018, a Prefeitura de Campinas manterá o subsídio para o transporte público, como forma de promover o equilíbrio financeiro do sistema, sem praticar uma tarifa mais elevada. Quem possui carga no Bilhete Único fica com o valor da passagem congelado até o final dos créditos.

MOTIVOS

Segundo a Emdec, o “grande vilão” para os índices de reposição no valor da tarifa para o sistema de transporte público foi o óleo diesel. Entre janeiro até dezembro de 2017, o combustível teve reajuste de 6,82%, quase três vezes mais a reposição praticada na tarifa com o Bilhete Único Comum.

Na cesta de insumos que compõem o transporte público, o diesel representa 26,93% do custo total do sistema. Também entram na cesta itens como: remuneração dos motoristas, pneus e valores dos veículos.

Levantamento preliminar realizado pela Empresa Municipal de Desenvolvimento de Campinas (Emdec) aponta queda de 6,7% no total de passageiros transportados pelo sistema. Entre janeiro até novembro de 2017 foram transportados 151.569.928 passageiros. No mesmo período de 2016 foram transportados 162.455.961 passageiros.

VALORES

Atualmente, mais de 90% dos usuários do transporte público coletivo de Campinas pagam a tarifa com algum tipo de cartão da família Bilhete Único. Veja as tarifas do transporte público com validade a partir de 6 de janeiro de 2018:

– BU Comum: R$ 4,30
– BU Escolar: R$ 1,72
– BU Universitário: R$ 2,15
– BU Vale Transporte: R$ 4,70
– Dinheiro ou tíquete QR Code: R$ 4,70
– Integração: R$ 0,40 (embarque no terceiro ônibus)

Notícias sobre a região, Brasil e o mundo em um clique. Receba nossa newsletter