Região tem fim de semana mais violento desde 2015, com 5 mortes

Crimes aconteceram em Americana, Hortolândia e Sumaré entre sexta-feira e domingo; em três casos, a morte está relacionada a roubo


Cinco pessoas morreram baleadas na RPT (Região do Polo Têxtil) entre as noites de sexta-feira e domingo. Em três casos, a morte está relacionada a roubo, e dois bandidos foram baleados. A última vez que a região registrou tantas mortes violentas em um mesmo final de semana foi em março de 2015 – na ocasião, cinco pessoas foram mortas entre um sábado e um domingo.

Pedro Gabriel Bedil dos Anjos Pereira, de 17 anos, foi morto durante troca de tiros com a Gama (Guarda Municipal de Americana), às 21h30 deste domingo, no bairro Morada do Sol. Momentos antes de ser morto, ele havia assaltado um posto no Frezzarin, levando R$ 1.148 em espécie e um celular, segundo a confissão de outro adolescente de 16 anos que estava com ele.

De acordo com o boletim de ocorrência, a Gama viu um veículo Gol trafegando em alta velocidade e com os faróis apagados. O carro quase bateu na viatura, que deu início à perseguição. O Gol bateu em uma árvore e os dois ocupantes deixaram o veículo. Pereira estava armado e teria apontado o revólver aos patrulheiros. Um guarda municipal disparou contra o adolescente, que deixou a arma cair no chão. Em vez de se entregar, ele teria tentado pegar a arma novamente, levando outros dois disparos.

Pereira foi atingido e seu comparsa se entregou. Ele foi socorrido ao Hospital Municipal, mas não resistiu. Em nota, a Gama disse que seu trabalho “é pautado na proteção da vida, no entanto, entendemos que a qualquer momento podemos nos deparar com ocorrências que tenham desfecho semelhante. A autarquia lamentou a morte do jovem.

Já na tarde do mesmo dia, Ivan Rodrigues Ferreira, de 28 anos, foi morto com três tiros no Parque das Nações, em Sumaré. Ele foi encontrado pela PM (Polícia Militar) em uma padaria na Rua Quito. O crime aconteceu às 15h.

Ferreira foi achado caído no chão ao lado de uma mesa de bilhar. O local estava fechado. Familiares da vítima contaram aos policiais que o proprietário da padaria e Ferreira haviam tido um desentendimento há dois meses. A vítima teria dito ao dono do estabelecimento que ele estava sendo traído pela esposa – Ferreira era namorado da irmã da esposa do proprietário. Testemunhas disseram à PM que um carro passou pela rua e atirou contra Ferreira.

Na noite de sábado, Igor Paulo, de 22 anos, foi morto após invadir um churrasco em uma empresa. De acordo com o boletim, por volta das 23h ele entrou no imóvel, no Parque Virgílio Viel, e anunciou o roubo, mas uma das vítimas reagiu. Houve troca de tiros e o assaltante foi baleado três vezes.

Ainda na noite de sábado, um homem identificado como José Maria Ramos Martins, de 47 anos, morreu após reagir a uma tentativa de roubo e levar dois tiros no Centro de Hortolândia. Este foi o único dos casos em que houve prisão – dois dos três envolvidos no crime foram detidos. De acordo com a Guarda Municipal de Hortolândia, o homem, que seria um vigilante morador do Jardim Ipiranga, em Sumaré, havia estacionado perto de um shopping, quando foi abordado.

Um outro homem morreu após ser atingido por tiros em frente ao Residencial Peruíbe, na Rua Frederico Alves da Costa, no Jardim Minda, em Hortolândia. Um atirador passou em frente ao condomínio e efetuou uma série de disparos. Outras três pessoas também foram baleadas e encaminhadas ao Hospital Municipal Mario Covas. A identidade da vítima não foi divulgada.

Em resposta sobre os casos, a SSP (Secretaria da Segurança Pública) informou que a Polícia Civil de Sumaré investiga as duas mortes ocorridas, no 2º e 5º DPs. Quanto ao caso de Hortolândia, o mesmo está em investigação pela delegacia do município. Imagens estão sendo analisadas e a equipe da unidade trabalha para localizar e prender um terceiro suspeito.

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora

Receba nossa newsletter!