Hospitais de SB e Sumaré terão mutirão de exames

Os atendimentos, que já foram previamente agendados com pacientes, que vão ocorrer entre os dias 18 e 25 de março


O Hospital Estadual Dr. Leandro Franceschini, em Sumaré, e o AME (Ambulatório Médico de Especialidades) de Santa Bárbara d’Oeste vão realizar, a partir do próximo sábado, dia 18, um mutirão de exames e procedimentos médicos. Além disso, haverá também uma programação especial com palestras de orientação à população. As ações fazem parte de um megamutirão realizado pela Secretaria Estadual de Saúde em 150 unidades, entre hospitais, centros de saúde e AMEs.

Os atendimentos do mutirão, que vão ocorrer entre os dias 18 e 25 de março, terão início às 8 horas, seguindo até as 17 horas. Os procedimentos foram agendados previamente com pessoas inscritas em cada unidade.

Em Santa Bárbara d’Oeste, serão realizadas vasectomias, biópsias de pele e subcutâneo, remoções de adenoides e as amígdalas, ultrassonografias com doppler e endoscopias. No Hospital Estadual de Sumaré serão feitos os procedimentos de sutura de hérnia, ressonância nuclear magnética, exames de ressonâncias magnéticas, tomografias, espirometrias, exames de glicemia, de pressão arterial e cirurgias oftalmológicas.

Ao longo do sábado, serão oferecidas ainda orientações sobre saúde. As temáticas previstas são alimentação saudável, qualidade de vida, fisioterapia, auto-exame de mama e prevenção do câncer, automedicação, alongamento, hipertensão e obesidade. Aferição de pressão e testes de glicemia serão oferecidos para todos os pacientes que procurarem a AME de Santa Bárbara d’Oeste.

Em nota, a Secretaria de Saúde informou que a expectativa é atender aproximadamente 130 mil pessoas na capital paulista, Grande São Paulo, Interior e Litoral. O megamutirão tem o objetivo de reduzir a espera por atendimento nos diferentes serviços da rede estadual, conforme a demanda e o perfil assistencial de cada unidade, e também incentivar os cuidados com a saúde. “Trata-se de uma ação para agilizar a realização de consultas e procedimentos, além de uma importante iniciativa de promoção e prevenção da saúde para a população paulista”, destacou o secretário estadual de Saúde, David Uip.