Diretoria Regional de Americana abre 600 vagas em março

Levantamento divulgado pelo Depecon nesta terça-feira mostra melhor resultado desde o início do ano para a área


A Diretoria Regional do Ciesp (Centro das Indústrias do Estado de São Paulo) de Americana, que inclui Nova Odessa e Cosmópolis, abriu 600 vagas de trabalho em março, segundo levantamento do Depecon (Departamento de Pesquisas e Estudos Econômicos) divulgado nesta terça-feira. Este é o melhor resultado desde o início do ano na regional.

No mês passado, a diretoria que registrou uma variação percentual de 1,75%. Em fevereiro o índice foi de 0,76% positivo, e em janeiro ficou em 0,08% negativo. O resultado na diretoria em março foi o sétimo melhor do Estado de São Paulo. Os setores que influenciaram as contratações foram produtos alimentícios (com incremento de 11,01%); informática, eletrônicos e ópticos (5,04%) e produtos têxteis (1,98%).

Foto: Arquivo / O Liberal
Nível de emprego da indústria paulista apresentou variação positiva de 0,45%, com geração de 9,5 mil postos

A Diretoria Regional de Santa Bárbara d’Oeste, por outro lado, amargou o segundo pior resultado do Estado, com um recuo de 1,54% no emprego, o que representa cerca de 250 vagas. O resultado foi influenciado pelos setores de impressão e reprodução de gravações (queda de 14,29%); produtos de metal (7,21%) e borracha e plástico (5,20%). O município só ficou atrás da Diretoria de Botucatu, com queda de 1,58%.

Avaliação

Diretoria Regional de Americana, Carlos Frederico Faé avaliou o resultado como positivo, mas falou em cautela em relação à retomada econômica. “O que percebemos é que no final do ano passado e início desse ano houve muita contenção de despesas, demissões altas, e agora tem-se a necessidade de contratação para reposição de estoque. Vemos o desempenho como positivo, mas com cautela, porque os números não são tão expressivos”.

O diretor do Ciesp de Santa Bárbara d’Oeste e responsável pela macrorregião, Nivaldo José da Silva, lamentou o resultado da cidade, mas expressou otimismo em relação aos próximos meses.

“Tivemos um resultado positivo no Estado de São Paulo, vindo de um período só negativo. Ainda estamos esperando que chegue em Santa Bárbara d’Oeste, as empresas estão interligadas”, disse. O nível de emprego da indústria paulista apresentou uma variação positiva de 0,45% em março, com a geração de 9,5 mil posto de trabalho no Estado.