Após acidente trágico, ciclistas são enterrados sob aplausos

Diogo Cia de Faria e Marcio José Bechis foram atropelados por um motorista embriagado na Rodovia dos Bandeirantes; amigos fizeram cortejo de bicicleta


Os dois ciclistas que morreram na manhã de domingo atropelados por um motorista embriagado, foram enterrados na manhã desta segunda-feira, sob aplauso de amigos e familiares. Centenas de pessoas compareceram às 10h ao Cemitério da Saudade, em Americana, para se despedir do empresário Diogo Cia de Faria, de 38 anos. No mesmo horário, em Nova Odessa, uma multidão foi ao Ginásio Municipal Jaime Nércio Duarte, no bairro Santa Rosa, dar o último adeus ao professor de Educação Física, Marcio José Bechis, de 45. Os dois amigos pedalavam na Rodovia dos Bandeirantes (SP-348) quando foram atingidos por um automóvel conduzido por um jovem de 19 anos, que não possuía habilitação e estava alcoolizado. Os dois deixam esposas e filhos recém-nascidos.

A viúva de Diogo, Maythe Santini fez um discurso emocionado agradecendo a presença dos amigos. “Que Deus venha a fazer morada no coração de vocês como fazia no do meu marido. Foram 10 anos juntos e poderia ter sido ainda mais, mas não é esse o caminho que Deus quis. Meu filho é muito pequeno, coisa mais linda, e ele agradece a oração que vocês estão fazendo por nós. Deus nos sustentará”, declarou. A família não quis comentar o assunto em entrevista.

Diversas autoridades passaram pelos velórios revezando-se para homenagear os atletas, entre eles vereadores, secretários e o ex-prefeito de Nova Odessa, Manoel Samartin (PDT). Em nota a secretaria de Esportes de Americana lamentou o ocorrido e disse que Diogo frequentava o Centro Cívico para treinar. “Ele sempre deixava um sorriso por onde passava. Durante o curto período de vida, construiu uma família, uma história linda e amizades verdadeiras”, escreveu o órgão.

Em Nova Odessa, um grupo de ciclistas amigos de Marcio prestou a última homenagem ao professor e personal trainner, fazendo um cortejo de bicicletas, do ginásio até o cemitério municipal, no bairro Jardim Europa. Marcio Bechis foi um dos primeiros triatletas da região a vencer uma prova de triathlon disputada nas distâncias 3,8 quilômetros de natação, 180 quilômetros de ciclismo e 42 quilômetros de corrida, tendo recebido pela façanha o título de Ironman.

Jovem que matou cilicistas na Rodovia Bandeirantes está preso

O motorista que atropelou e matou Diogo Cia de Farias e Marcio Bechis, no último domingo, está preso no CDP (Centro de Detenção Provisória) de Limeira. A transferência do jovem de 19 anos aconteceu na manhã desta segunda-feira, após ele receber alta do Hospital Santa Casa de Limeira, onde estava internado para tratar os ferimentos leves nas mãos.

Em nota a SSP (Secretaria de Segurança Pública de São Paulo) disse que o jovem foi preso em flagrante logo após o acidente, acusado de homicídio qualificado, embriaguez ao volante e dirigir sem permissão ou habilitação. Ele ficou sob escolta policial na unidade hospitalar até a transferência para o CDP, onde está agora aguardando pela audiência de custódia.

Segundo informações da concessionária AutoBan, que administra a Rodovia dos Bandeirantes, os ciclistas seguiam no sentido capital, no quilômetro 146+500, por volta das 8h30, quando foram atingidos por um Corsa, que capotou em seguida.

O helicóptero Águia da Polícia Militar foi acionado para tentar o resgate das vítimas, mas ambos morreram ainda no local.

Notícias sobre a região, Brasil e o mundo em um clique. Receba nossa newsletter