Terreno do IZ é colocado à venda em fundo imobiliário

Área tem 270 mil metros quadrados e corresponde a 3% do instituto; Estado afirma que local é um antigo matadouro


O Governo do Estado de São Paulo lançou oficialmente o FII (Fundo de Investimento Imobiliário), que prevê a venda de uma área do IZ (Instituto de Zootecnia) e também de outros 266 imóveis de propriedade estatal. Com o edital lançado, o fundo contará com responsáveis para administrar e operar a carteira de imóveis do Estado, ficando permitida a venda, permuta ou até cessão para que o Governo participe do investimento construído nos terrenos.

Foto: Divulgação
Vista aérea do IZ

Na prática, São Paulo cria uma espécie de imobiliária pública. Para a primeira oferta ao mercado foram selecionados imóveis com documentação mais regularizada e que podem ser vendidos com maior facilidade. No estoque, estão contemplados imóveis comerciais, residenciais, terrenos, barracões, oficinas e ginásios incorporados pelo Estado ao longo do tempo. Os valores dos lotes somam R$ 1 bilhão, segundo o Governo.

A área do IZ posta à venda tem 270 mil metros quadrados, o equivalente a 3% da área total do instituto. O terreno fica em frente ao espaço principal do órgão, na Avenida Carlos Botelho, e é delineado pela linha férrea que passa pelo local. Atualmente, a área está vazia e não é cercada. A Secretaria de Governo do Estado ressalta que o terreno é um antigo matadouro do IZ, desativado há cerca de 20 anos no local.

DADOS. As informações sobre os imóveis foram disponibilizadas no site nesta quinta-feira (24). Para o Estado, o FII é um mecanismo para otimizar e racionalizar os recursos públicos disponíveis. Com a venda dos imóveis, o governador Geraldo Alckmin (PSDB) pretende alcançar redução de despesas administrativas do Estado, além de colaborar para o Tesouro Estadual.

“Imagina uma área grande na beira de uma autoestrada, num lugar privilegiado, se houver interessado em investir ali, construir um empreendimento, o Governo pode auferir na receita”, explicou o governador por meio de assessoria de imprensa.

Notícias sobre a região, Brasil e o mundo em um clique. Receba nossa newsletter